14550 0

Winsig com crescimento de 20% em 2012

A Winsig atingiu em 2012 1,4 milhões de euros de volume de negócios, um crescimento de 20% em relação aos 1,2 milhões de euros registados no ano anterior. Para 2013, a empresa prevê crescer para 1,75 milhões de euros.

Os resultados alcançados resultaram essencialmente da conquista de vários projetos em empresas industriais, através do desenvolvimento de um conjunto de soluções verticais para as áreas da Indústria de Moldes, Plásticos, Têxtil, Metalomecânica e Eletrónica. Com estes templates, a Winsig executou projetos com prazos e custos mais reduzidos, alargando o número de clientes interessados na sua implementação (Área Comercial, Financeira, Logística e Produção).

No ano passado, devido à fusão com a Computer One, a empresa aumentou a base de clientes e as competências técnicas dos consultores, atingindo os 250 clientes ativos e uma equipa com experiência em todos os módulos da PHC.

No que respeita a Recursos Humanos, a empresa terminou o ano com 26 colaboradores tendo crescido 37% em relação a 2011. O ano de 2012 ficou também marcado pelo reconhecimento como PME Excelência (IAPMEI) e pelo reforço da parceria com a PHC, através do alargamento do estatuto de Enterprise Partner a Angola.

Para este ano, a empresa prevê crescer o volume de negócios para 1,75 milhões de euros e continuar a investir no mercado das PME industriais, nomeadamente em setores verticais onde já desenvolve templates. Relativamente à internacionalização, existem vários mercados em estudo sendo os de maior interesse Angola e Moçambique, onde a PHC já tem presença local.
Relativamente a novas fusões, Nuno Archer, Diretor Geral da Winsig salienta, “O número de parceiros PHC é excessivo face à dimensão do mercado. É natural que numa economia estagnada exista a necessidade de se consolidarem operações para se ganhar massa crítica e rentabilidade. Estaremos atentos a oportunidades que possam surgir.”


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

ESET é “Top Player” no mercado de segurança em 2015

A ESET foi classificada como Top Player no mais recente “Endpoint Security – Market Quadrant 2015” do Radicati Group. Esta classificação positiva confirma a capacidade da ESET em

Rumos distinguida pela Microsoft como Learning Partner of the Year

No âmbito dos serviços prestados na área de formação aos profissionais de TI, a Rumos foi recentemente distinguida pela Microsoft como Learning Partner of the Year na Worldwide

Alcatel-Lucent acelera para o 5G

A Alcatel-Lucent deu mais um importante passo na indústria para o fornecimento das redes 5G. Como foi anunciado, o projeto 5GNOW, que teve a liderança tecnológica da Alcatel-Lucent,

Estudo Regus revela que 63,7% dos portugueses considera que trabalhar nos cafés põe confidencialidade em risco

Os colaboradores globais aproveitam o tempo entre deslocações para fazer telefonemas e, em deslocações mais longas, consultar e-mails e ler documentos. O facto de muitas vezes o fazerem

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *