21922 0

Vodafone Portugal melhora a experiência de TV com a solução Ericsson Media Delivery Network

A Ericsson e a Vodafone Portugal anunciam a seleção e a integração da solução Ericsson Media Delivery Network para criar serviços de valor acrescentado centrados em media que irão potenciar uma melhor experiência de vídeo aos consumidores, possibilitando ainda a redução das despesas operacionais. A mais recente solução implementada em Portugal complementa o portefólio de Media da Ericsson implementado em Portugal e noutros países e permite uma integração mais estreita das novas capacidades das diferentes plataformas, de forma a assegurar aos seus clientes dos serviços de televisão novas experiências envolventes em todos os seus dispositivos. Além disso, permite uma experiência de maior qualidade e evita os potenciais custos de escala.

A mais recente edição do Ericsson Mobility Report de novembro refere que o vídeo em dispositivos móveis irá aumentar em 55 por cento ao ano até 2021, reforçando assim a importância para os prestadores de serviços em adaptarem as suas infraestruturas para garantir uma resposta a este enorme crescimento no tráfego de vídeo. À medida que a era da Internet na televisão se torna na principal impulsionadora da mais profunda transformação na indústria, a implementação da solução Ericsson Media Delivery Network (MDN) na Vodafone Portugal é uma resposta a este rápido aumento de consumo de vídeo e um elemento de redefinição do futuro da experiência de TV dos clientes da Vodafone.

A solução Ericsson MDN responde diretamente ao crescimento exponencial e procura de conteúdo de vídeo em streaming recorrendo a uma abordagem de plataforma única e cache universal, que se combinam para oferecer aos prestadores de serviços maiores poupanças e uma visibilidade e controlo convergentes. A integração da solução Ericsson Media MDN com outros produtos já implementados do portefólio de Media da Ericsson melhora a distribuição de todo o conteúdo disponibilizado pela Vodafone Portugal aos seus clientes de serviço de televisão. Com esta solução, é possível alterar a gravação das set-top-boxes para a cloud e recorrer a serviços de suporte como gravações pessoais, serviços de catch-up e de time shift. Esta inovadora e ágil infraestrutura transforma ainda os serviços existentes, permitindo uma maior monetização e uma implementação mais célere.

Pedro Duarte, TV & Video Services Manager da Vodafone Portugal refere: “Os nossos subscritores exigem um acesso a conteúdo de TV e de vídeo em qualquer lugar e em qualquer altura do dia, razão pela qual precisamos de soluções criativas para responder a este rápido crescimento e para disponibilizarmos serviços on-demand de grande qualidade num número sem precedentes de dispositivos e plataformas. Este projeto vai permitir-nos distribuir conteúdo de vídeo de forma mais eficiente e melhorar a experiência de TV dos nossos clientes, que vão poder mover as suas gravações das set-top-boxes para os equipamentos pessoais através da cloud. A Ericsson tem provas dadas na sua capacidade
de garantir a execução do projeto com qualidade e no período de tempo pretendido”.

A implementação da Ericsson vem permitir à Vodafone Portugal localizar e gerir conteúdo dentro da sua rede local utilizando uma arquitetura virtualizada para disponibilizar o conteúdo mais perto do utilizador. Ao colocar o conteúdo em cache em várias localizações na sua rede, a Vodafone Portugal pode ainda minimizar a distância que os dados de vídeo têm de viajar, melhorando a eficiência e a velocidade de disponibilização no processo. A solução Ericsson Media Delivery Network está também instalada em outras empresas da Vodafone na Europa.

Elisabetta Romano, Vice-presidente e Diretora de TV and Media da Ericsson, explica: “As sempre crescentes expectativas dos clientes para uma verdadeira TV Anywhere exigem que os prestadores de serviços de televisão simplifiquem o processo de disponibilização de conteúdo de vídeo de elevada qualidade. A nossa solução Media Delivery Network oferece a estas empresas a capacidade de otimização de vídeo e permite uma poupança de largura de banda e uma melhor utilização da capacidade de rede, garantindo ainda uma melhor qualidade na experiencia em redes móveis e fixas. Estas capacidades significam que a Vodafone Portugal pode agora assumir um papel ainda mais ativo na evolução da
cadeia de valor de media, podendo estabelecer novas parcerias para conteúdo, implementar serviços centrados em media e disponibilizar experiências superiores de utilização”.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

RSA lança Security Analytics

A RSA anunciou hoje o lançamento da RSA Security Analytics – uma solução de investigação e monitorização de segurança concebida para ajudar as organizações a defender os seus bens

Velit commodo nonummy malesuada facilisi

Curabitur quisque at interdum. Elit dictumst congue, lorem fringilla malesuada nec suspendisse tortor suscipit dolor, aliquam sit nostra orci quis litora porttitor. Velit commodo nonummy malesuada facilisi nulla

Belgacom prepara expansão da sua infra-estrutura de rede

A Alcatel-Lucent  e a Belgacom, o principal fornecedor de serviços da Bélgica, anunciaram planos para expandir a sua infra-estrutura de rede, para fazer face ao crescimento exponencial da

IBM apresenta oferta única de cloud com um centro mundial em Portugal

A IBM realizou na passada terça-feira no IBM Client Center, no Parque das Nações, a Conferência IBM Premier Cloud Summit 2014, com o objetivo de apresentar a sua oferta integrada,

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *