Vodafone Portugal apresenta resultados do quarto trimestre

15312
0
Share:

Durante o quarto trimestre, que encerra o ano fiscal de 2016-2017 (com início em abril de 2016 e conclusão em março de 2017), a Vodafone Portugal apresenta um incremento das Receitas de Serviços, suportado sobretudo pelo forte dinamismo do fixo.

No final do quarto trimestre, as Receitas de Serviços totalizam 226 milhões de euros, um crescimento orgânico de 2,2% face ao período homólogo e idêntico ao registado no trimestre anterior (Q3: +2,2% YoY). No mesmo período, as Receitas Totais, que incluem a venda de equipamentos, avançam 1,7% YoY (Q3: +2.0% YoY). No conjunto do ano fiscal, as Receitas de Serviços sobem 1,7% face ao exercício anterior. Esta performance evidencia a tendência positiva de um dos mais importantes indicadores de negócio pelo sexto trimestre consecutivo.

Estes resultados espelham o crescimento das receitas do serviço fixo, sustentado pelo contínuo incremento da base de Clientes que contabiliza já mais de 590 mil (Q4: +18,8% YoY). No final do quarto trimestre, a superioridade da rede de fibra ótica de última geração da Vodafone regista um novo marco: uma cobertura de 2,7 milhões de lares e empresas, contribuindo para que a Vodafone seja o Operador que mais cresce há 13 trimestres consecutivos, de acordo com os últimos dados disponibilizados pela ANACOM.

No final de março,  o número de Clientes móveis fixa-se em 4.176 milhões, o  que representa uma ligeira redução de 2,8% face a março de 2016, mas com um peso acrescido de Clientes 4G, que ascendem a 1,38 milhões (+66,1% YoY). No mesmo período, a utilização de dados móveis acelera 76,5% YoY, beneficiando de  campanhas especiais centradas em smartphones e na oferta de dados móveis, duas das apostas recorrentes da Vodafone em resposta às necessidades de comunicação dos seus Clientes.

 O compromisso da Vodafone em oferecer a mais completa experiência de comunicações aos seus Clientes estende-se a todos os segmentos. No móvel, a superioridade da Vodafone é reconhecida por entidades independentes, tais como a DECO Proteste, que atribuiu à internet móvel da Vodafone o selo “Melhor do Teste”, e como a consultora P3 Communications que, nos três estudos realizados até agora, elegeu a Vodafone como o melhor operador nacional de telecomunicações, no que diz respeito à qualidade dos serviços de voz e internet em todo o País.

No fixo, os resutados  são o reflexo de que os Clientes reconhecem cada vez mais as caraterísticas diferenciadoras da oferta Tv Net Voz da Vodafone, um serviço disponível em todos os ecrãs, a qualquer hora e em qualquer lugar, que abrange mais de 200 canais, incluindo os melhores conteúdos em HD e 4K, dá acesso a mais de 10.000 títulos no videoclube e às premiadas séries da Netflix, e permite agora, graças ao novo router, ter internet com velocidades Wi-Fi até quatro vezes superiores às anteriormente registadas.

No segmento empresarial, o destaque recai na prestação dos serviços de comunicações fixas, móveis e de dados à Câmara Municipal de Cascais (CMC) e a todo o seu universo empresarial, através de uma solução global e convergente, de elevado grau de sofisticação, desenhada à medida das necessidades do Município.

Ainda no período em análise, a Vodafone levou o seu vasto portefólio de soluções Internet of Things (IoT) para a Região Autónoma dos Açores, demonstrando como as tecnologias de ponta permitem acelerar o desenvolvimento do País, reduzindo eventuais efeitos de insularidade e/ou de interioridade, e promover um mercado único local coeso.

Igualmente pioneiro no mercado foi o lançamento do serviço interativo TVI Player e a parceria com a Google que permite aos Clientes da Vodafone fazerem compras na Google Play, através do saldo ou fatura do seu tarifário móvel.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário