VISA

Visa estima que número de famílias a viajar para o estrangeiro ultrapasse os 280 milhões até 2025

A Visa divulgou hoje os resultados de um novo estudo que prevê um aumento significativo de viagens internacionais pelas famílias, a nível global, na próxima década. O estudo estima que aproximadamente 282 milhões de agregados familiares planeiem pelo menos uma vigem ao estrangeiro por ano até 2025, quase 35% mais face a 2015.

O estudo analisou os atuais padrões de viagens dos titulares de cartões Visa em todo o mundo, juntamente com as previsões de viagem da própria indústria. Entre os agregados familiares com maior probabilidade de viajar internacionalmente, o estudo da Visa estima que as despesas vão chegar a uma média de 4.783 euros por família, por ano, até 2025. O estudo identificou também os fatores-chave que se esperam impactar globalmente o setor das viagens na próxima década. Estes incluem o crescimento da classe média a nível global, as melhorias na ligação à Internet, as melhorias das infraestruturas de transportes em mais países e o envelhecimento da população mundial com mais tempo para viagens de lazer.

“Viajar internacionalmente tornar-se-á mais comum no futuro graças às mutações demográficas e aos avanços da tecnologia que fazem com que viajar para o estrangeiro seja mais fácil e menos dispendioso”, disse Wayne Best, Chief Economist, Visa Inc. . “O que emerge é uma ‘classe viajante’ em expansão que vai gastar uma porção crescente da sua renda familiar em viagens internacionais. A ‘classe viajante’ de amanhã será provavelmente mais velha e surgirá dos mercados emergentes — sendo muito diferente do típico viajante internacional de hoje”, concluiu.

O estudo, conduzido com a Oxford Economics, projetou as despesas por país e região. A tabela em baixo mostra os 10 países que se estimam que tenham os maiores gastos com viagens em 2025.

Valores em mil milhões de euros (preços constantes de 2015) Rank País 2015 2025 Aumento em %
1 China €123.4 €230.1 86%
2 Estados Unidos da América €90.9 €120.8 33%
3 Alemanha €67 €88 31%
4 Reino Unido €55.2 €87.3 58%
5 Federação Russa €20.3 €44.3 118%
6 Hong Kong, China €24 €42.7 78%
7 Singapura €20.3 €40.4 99%
8 França €33.7 €39.5 17%
9 Brasil €16.5 €34 106%
10 Coreia do Sul €19 €30.9 63%

Destaques do estudo incluem:

• A ascensão de uma nova ‘classe viajante’: crescentes níveis de rendimento estão a criar uma nova ‘classe viajante’. O estudo descobriu que, globalmente, agregados familiares que fazem, pelo menos, 18.000 euros por ano representam mais de 90% das despesas em viagens internacionais, atualmente. Até 2025, estima-se que cerca de metade de todos os agregados familiares globais (945 milhões) estarão dentro desta faixa, estimulando mais viagens internacionais e mais gastos, particularmente os agregados de mercados emergentes como a China, Rússia e o Brasil.

• Envelhecimento global: até 2025, os viajantes com mais de 65 anos vão mais que duplicar as suas viagens internacionais para umas estimadas 180 milhões de viagens, representando um em oito viagens internacionais globalmente. O estudo estima que os viajantes mais velhos serão capazes de suportar viagens mais longas, que proporcionam maior conforto a preços mais elevados. Tendências como o “turismo médico”, para onde a população mais velha faz mais viagens internacionais para fins médicos, terá igualmente espaço no futuro.

• Aumento da conetividade: as forças combinadas da globalização e da tecnologia estão a reforçar o acesso. É esperada a construção de mais de 340 novos aeroportos na próxima década, criando novas rotas e destinos que tornarão as viagens internacionais mais fáceis e mais convenientes. Ao mesmo tempo, a consciência das opções de viagens está a espalhar-se à medida que aumenta o acesso à Internet e o número de dispositivos móveis em todo o do mundo. A conectividade digital não está apenas a promover maior espontaneidade em viagens, mas também estimular uma matriz mais ampla de viagens personalizadas e opções de turismo.

Related Post

Leave a Comment:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *