Visa abre maior centro de inovação em Londres e amplia acesso à Plataforma de Desenvolvimento para clientes europeus

21120
0
Share:
VISA

A Visa anunciou hoje o lançamento do seu novo Centro de Inovação em Londres, localizado na sua sede europeia em Paddington Basin. O espaço, com mais de 1.000m2 é o maior da rede global de centros de inovação Visa e representa um ambiente imersivo onde a Visa pode trabalhar lado a lado com instituições financeiras, retalhistas e outros parceiros no desenvolvimento da próxima geração de soluções de pagamento. 

O espaço reúne demonstrações práticas para motivar e envolver os visitantes, incluindo aplicações da Internet de Coisas no panorama automóvel e de habitações conectadas, como por exemplo o pagamento do seguro do carro ou a realização de uma encomenda através do frigorífico. Os visitantes também vão experienciar o futuro do retalho recorrendo à realidade virtual e à autenticação biométrica para pagar os bilhetes e escolher o lugar certo para uma corrida de Fórmula E.

A Visa também anunciou hoje que os programadores fintech em toda a Europa vão poder agora aproveitar a Plataforma de Desenvolvimento da Visa para criar novos métodos de pagamento seguros. Os programadores de estabelecimentos comerciais, instituições financeiras e empresas de tecnologia podem agora selecionar um conjunto inicial de APIs de pagamento (Application Program Interfaces), SDKs (kits de desenvolvimento de software) e documentação para criar a próxima geração de aplicações de comércio.

Rajesh Agrawal, Vice-Presidente dos Negócios de Londres, afirma:

“Londres é um dos líderes globais de fintech devido à capacidade de combinar a sua força tradicional em serviços financeiros com o seu crescente talento tecnológico e espírito inovador e empreendedor. Como empreendedor fintech bem-sucedido, entendo que muitas vezes as empresas necessitam de alguma ajuda para tornar o cerne de uma boa ideia em algo verdadeiramente transformador. Neste sentido, estou muito satisfeito com o facto de a Visa lançar este novo centro de inovação em Londres, o que reforça a nossa crescente tecnologia global e reputação fintech, ao mesmo tempo que prova a nossa abertura a grandes ideias e inovação.”

Centro de Inovação da Visa em Londres

O novo centro em Londres junta-se a uma rede global de centros de inovação e estúdios localizados em hotspots de tecnologia, incluindo Berlim, Dubai, Miami, São Francisco, Singapura e Tel Aviv.

“O que torna a abordagem dos nossos centros de inovação única é que todos incidem sobre a colaboração com clientes na resolução de problemas inseridos no mundo real, nas necessidades do consumidor ou nos negócios através de soluções digitais”, afirmou Jim McCarthy, Vice-Presidente Executivo de Inovação e Parcerias Estratégicas da Visa. “Tivemos um enorme sucesso ao fazê-lo nos nossos centros de todo o mundo pelo que estamos muito entusiasmados em abrir uma instalação de última geração na Europa.”

À medida que a indústria de pagamentos evolui rumo ao digital e novos players se juntam aos tradicionais stakeholders do setor dos pagamentos, a missão da Visa passa por garantir que todos os dispositivos, aparelhos ou wearables conectados à Internet constituam uma via de transação segura. A rede global de centros de inovação da Visa é uma parte importante desta missão, ao promover a inovação e criação de um ambiente que permite à Visa envolver, experienciar e colaborar junto de uma ampla gama de parceiros e clientes:

Envolver: O ambiente imersivo do Centro oferece aos clientes e parceiros tudo o que precisam para trabalhar em novas soluções digitais – num espaço físico concebido para incentivar a interação dinâmica, a experimentação em tempo real e desenvolvimento de protótipos.

Experienciar: Visa enfatiza uma abordagem de projeto centrada no ser humano, onde o desenvolvimento do produto é focado no cliente e proporciona benefícios reais para os utilizadores.

Colaborar: Os clientes e parceiros podem interagir com a tecnologia e especialistas em pagamentos da Visa. Isso inclui APIs e SDKs disponíveis através da Plataforma de Desenvolvimento Visa.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário