Connect with us

Software

Trojans bancários para dispositivos móveis continuam a crescer

Patricia Fonseca

Publicado a

As soluções da Kaspersky Lab para proteger dispositivos móveis detectaram neste segundo trimestre de 2015 um total de 291.800 novos programas de malware móvel, 2,8 vezes mais que no período anterior, bem como 1.000.000 de pacotes de instalação de malware móvel, 7 vezes mais do que no primeiro trimestre. Os programas maliciosos bancários móveis continuam a ser uma das principais ameaças móveis.

No primeiro trimestre ganhou protagonismo o Trojan Trojan-SMS.AndroidOS.OpFake.cc, que era capaz de atacar no mínimo 29 bancos e instituições financeiras. A versão mais recente deste Trojan tem a capacidade de atacar 114 instituições bancárias e financeiras. O seu principal objectivo é roubar as credenciais de início de sessão do utilizador, atacando, entre outras, várias aplicações de correio electrónico populares. Destaque também para o Trojan-Spy.AndroidOS.SmsThief.fc. Os cibercriminosos agregaram o seu código a uma aplicação bancária legítima, sem afectar o seu funcionamento, pelo que se tornou mais difícil detectar este Trojan. O Trojan.IphoneOS.FakeTimer é, por seu turno, um Trojan para IOs, embora exista também uma versão para Android, e aparecei há já vários anos. Lança ataques inclusive contra os dispositivos que não foram modificados por jailbreaking. As suas funções são bastante primitivas: trata-se de uma aplicação de phishing comum e corrente, criada para roubar dinheiro aos utilizadores do Japão.

Neste trimestre tiveram protagonismo os Trojans que conseguem usar os privilégios de root para mostrar publicidade aos utilizadores ou instalar aplicações publicitárias. Com base nos resultados do trimestre, o TOP 20 dos programas maliciosos móveis recebeu seis destes programas maliciosos.

Distribuição por tipos dos novos programas maliciosos móveis, segundo trimestre de 2015

RiskTool (44,6%) lidera a estatística dos programas maliciosos para dispositivos móveis detectados no segundo trimestre de 2015. Trata-se de aplicações legais que são potencialmente perigosas para os utilizadores: o seu uso malicioso ou irresponsável por parte do dono do smartphone pode causar perdas financeiras ao utilizador.

No segundo posto está a categoria Adware, composta por programas publicitários para dispositivos móveis potencialmente indesejáveis (19%).

Os Trojans SMS que, durante muito tempo, lideraram estas estatísticas, no segundo trimestre ocuparam apenas a quarta posição, com 8,1%, ou seja, 12,9% menos que no primeiro trimestre. A redução da percentagem deste tipo de malware está condicionada pelo facto de os hackers, que antes propagavam activamente os Trojans SMS, terem começado a usar métodos mais transparentes de monetização (daí o crescimento da percentagem do RiskTool). Outra explicação prende-se com o facto de estas cibercriminosos preferirem agora usar programas maliciosos de outros tipos. Desta forma, a participação dos Trojans cresceu dos 9,8% no primeiro trimestre para os 12,4% no segundo.

Trojans bancários móveis

No período em análise, foram detectados 630 Trojans bancários móveis. Refira-se, por outro lado, que o crescimento no número de novos programas desta categoria abrandou bastante.

O número de utilizadores atacados depende do número total de utilizadores no país. Para avaliar e comparar o risco de infecção que representam os Trojans bancários móveis em diferentes países, elaborámos uma estatística de países de acordo com a percentagem de utilizadores atacados por este tipo de malware.

Na Coreia, quase um terço do total de utilizadores foi atacado por programas maliciosos móveis, entre eles Trojans bancários móveis. Na Rússia, os Trojans bancários móveis atacaram um em cada dez utilizadores. Nos demais países, este índice é menor. É curioso que dos 5 países mais seguros em termos de probabilidade de infecção com malware móvel (ver abaixo), 4 entraram neste TOP: Austrália, Áustria, Japão e Suíça.

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias1 dia atrás

InnoWave distinguida como Parceiro do Ano Microsoft nas áreas de Data e AI

A InnoWave foi distinguida como Parceiro do Ano nas áreas de Data e AI pela Microsoft, no evento internacional Inspire...

Notícias1 dia atrás

5 vantagens da Faturação Eletrónica para as Empresas

Embora o Decreto-Lei n.º 111-B/2017 só obrigue a faturação eletrónica a partir de janeiro de 2019, no âmbito dos contratos...

Notícias1 dia atrás

Fordesi moderniza gestão de terminais multimodais da Infraestruturas de Portugal

A Fordesi implementou a sua solução IP4Log na Infraestruturas de Portugal, o que permitiu modernizar a gestão de terminais multimodais...

Notícias2 dias atrás

Bizdirect é o parceiro do ano da Microsoft Portugal em CRM

Decorre esta semana mais uma edição do Inspire, o evento anual da Microsoft Corporation dedicado ao ecossistema mundial de parceiros...

Notícias2 dias atrás

Tecnologia de reconhecimento da íris da NEC no 1º lugar nos testes do NIST

A NEC Corporation anunciou que a sua tecnologia de reconhecimento de íris alcançou a mais alta avaliação de precisão de...

Notícias2 dias atrás

QNAP completa gama NAS de 9 baías com NAS multimédia TVS-951X

Após o lançamento da série TS-932X (equipada com um CPU da AnnapurnaLabs) e da série TS-963X (equipada com um CPU da AMD), a QNAP...

Notícias3 dias atrás

Sage partilha cinco dicas para acelerar o crescimento do negócio

Existe atualmente nas empresas a necessidade constante de continuarem a reposicionar-se e a reformular as suas estratégias na procura pelo...

Notícias3 dias atrás

CGI Open Finance permite impulsionar e alargar o novo ecossistema bancário

A CGI anuncia o lançamento da CGI Open Finance, uma solução criada para a nova vaga de serviços bancários digitais...