Transcom prevê crescimento de 10% este ano

9240
0
Share:

A Transcom Portugal está a prever um crescimento da sua força de trabalho em cerca de 10% durante o ano de 2012, continuando com o ritmo de crescimento obtido no período 2010-2011. Atualmente com cerca de 200 colaboradores a operar a partir da plataforma portuguesa, situada em Ribeirão, Vila Nova de Famalicão, a Transcom vem assim afirmar as suas perspetivas de crescimento e, consequentemente, do crescimento da área de call center em território nacional.

Iniciando a sua atividade em Portugal no ano de 2003, a Transcom oferece ao mercado nacional e internacional uma ampla gama de serviços de gestão do ciclo de vida do cliente. Estes serviços prestados abrangem todos os setores de atividade, sobretudo telecomunicações, energia, finanças e seguros. A empresa conta com uma equipa de profissionais focada nas operações e na relação com o cliente, apoiada pela direção geral e de serviços sediadas em Espanha. Este modelo de gestão tem garantido uma homogeneidade dos processos e uma agilidade na tomada de decisões e coordenação dos serviços aos clientes.

“A Transcom Portugal conta com cerca de 200 colaboradores, quase 20% mais que em 2010, e espera poder continuar a crescer”, afirma Isabel Sánchez-Lozano, directora geral da Transcom para Portugal, Espanha e América Latina. “Este aumento do número de contratações deverá surgir como resposta às próprias exigências do Mercado português, cuja experiência nos últimos anos inclui serviços que abarcam todo o ciclo de vida do cliente, desde inbound, outbound e back office em campanhas de captação de clientes, venda de produtos e serviços, cobrança, entre outros”, acrescenta ainda a responsável. “Numa época em que se fala tanto em crise e desemprego, estamos manifestamente satisfeitos por poder contribuir para a melhoria da situação económica de algumas famílias portuguesas. Por outro lado, este é um sinal de que a Transcom está bastante ativa e empenhada em fornecer os melhores serviços aos seus clientes e clientes finais por acréscimo”, conclui.


Share:

Deixe o seu comentário