Toshiba Tec atinge marco histórico com o programa Plano Carbono Zero para a Europa

21912
0
Share:

A Toshiba Tec anuncia, através da LISCIC, que atingiu um novo marco histórico com seu programa pan-europeu Toshiba Plano Carbono Zero, ao ultrapassar a marca das 500.000 toneladas. Este volume é o equivalente à emissão anual feita por cerca de 110.000 casas na Europa ou a uma poupança energética equivalente à de 11,5 milhões de lâmpadas ligadas durante um ano. Desde 2019, a Toshiba tem vindo a compensar as emissões de carbono geradas durante o ciclo de vida dos seus produtos de impressão – incluindo na produção, no transporte e na utilização.

Todas as emissões de carbono foram compensadas com um equilíbrio de CO2 conseguido através de projetos certificados em todo o mundo. Apesar dos planos disponíveis no programa de compensação variarem um pouco por toda a Europa, todos eles ajudaram a melhorar a vida de muitas pessoas nos países em desenvolvimento. As iniciativas suportadas incluem um projeto de criação de fogões energeticamente eficientes. O objetivo é ajudar aldeias no Quénia a reduzir a utilização de madeira como combustível através da disponibilização de fogões altamente eficientes. Entre os projetos atualmente em curso, destaque para a reabilitação dos poços no Uganda que fornecem água limpa e segura, e para o trabalho de redução da desflorestação na floresta amazónica no Brasil.

Além de contribuírem para o objetivo global de redução das emissões de carbono, estes projetos têm também um impacto positivo nas regiões onde estão em curso, nomeadamente, na criação de novos empregos e na redução dos problemas de saúde relacionados com o fumo ou com a contaminação da água. Como consequência, existe mais tempo e mais dinheiro disponível para as crianças frequentarem a escola regularmente.

Os benefícios do Plano Carbono Zero foram reconhecidos pelas Nações Unidas, que definiu um total de 17 Sustainable Development Goals (SDGs) ou Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis que têm como missão acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir a prosperidade para todos até 2030.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário