Teradata: O Big Data irá gerar 4,4 milhões de empregos em 2015

9240
0
Share:

Teradata está consciente da importância do Big Data, uma das ferramentas tecnológicas com mais potencial de crescimento num futuro próximo.

A utilização desta ferramenta por parte das empresas está a crescer exponencialmente, uma vez que possibilita não só conhecer os clientes e oferecer exatamente o que estes procuram, como também criar modelos preditivos que ajudam a prevenir situações negativas.

Um estudo da OBS revela que nos últimos 10 anos foi criada mais informação que em toda a história da humanidade e prevê que as ligações à Internet através de dispositivos móveis irão chegar às 10.200 milhões em 2018. Esta realidade torna os dados a nova moeda de troca e, que através dela, as empresas podem melhorar a sua estratégia de produto e o processo de tomada de decisão.No decorrer de 2015 a importância do Big Data vai continuar a aumentar e estas são as tendências:

  • O Big Data irá gerar 4,4 milhões de empregos em todo o mundo
  • O investimento em serviços de Big Data será de 112.000 milhões de euros
  • O Produto Interno Bruto (PIB) da União Europeia irá crescer 1,9% até 2020, devido ao Big Data
  • Apesar de muitas empresas portuguesas ainda não utilizarem esta ferramenta, o número de empresas não tecnológicas em todo o mundo que utilizam soluções de Big Data vai duplicar
  • 79% das empresas acreditam que estas soluções vão melhorar o processo de tomada de decisão, 58% acredita que será um fator determinante para o sucesso e 36% confessam já estão a tirar partido das vantagens competitivas destas soluções
  • As PMEs irão investir mais de 67.000 milhões de euros em Cloud Computing, a nível mundial
  • Dentro da empresa, o Big Data é utilizado principalmente nas decisões estratégicas, com 78% da utilização, seguido dos departamentos de Marketing e Comunicação, 73%. Os departamentos de TI,
  • Desenvolvimento de Produtos e o Serviço ao Cliente apresentam percentagens superiores a 62%, enquanto que a área que menos utiliza as soluções de Big Data são os RH, com 43%
  • Os maiores investimentos em soluções de Big Data serão realizadas nas áreas do Comércio, Indústria, Saúde, Informação e Telecomunicações, Banca e Finanças, Seguros e Administração Pública
  • O tráfego de dados gerado através de smartphones crescerá 63% nos próximos 4 anos e a tecnologia M2M (Machine-to-Machine) irá gerar um aumento de 113% dos dados, por isso agora mais que nunca o valor dos dados é incalculável

“O Big Data é uma filosofia de negócio em que decidimos utilizar todos os dados que temos à nossa disposição em benefício da empresa. Não é apenas uma tecnologia, mas uma decisão de negócio que se desenvolve em estreita colaboração com o departamento de TI. Devido á importância que tem, sabemos que o futuro do Big Data é promissor e durante os próximos anos não fará mais que crescer e adaptar-se segundo as necessidades dos clientes”, explica José Ándres García, Diretor Geral da Teradata Espanha. “Dentro de três a cinco anos a utilização de soluções de Big Data serão já uma prática comum nas empresas. A rápida evolução deste setor exige que nos mantenhamos em contínua adaptação”, acrescenta.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário