Tecnologia Quidgest detecta cartas de condução falsificadas em Moçambique

4400
0
Share:

A Polícia de Trânsito de Moçambique encontra-se actualmente a testar a mais recente aplicação da Quidgest através da utilização de um PDA (Personal Digital Assistant). A aplicação tecnológica torna possível a leitura das cartas de condução através de códigos de barras  2D que permitem, por sua vez, aceder à informação pessoal do condutor.

O equipamento, adquirido pelo Instituto Nacional de Transportes Terrestres (INATTER), tem como objetivo reduzir ao máximo a falsificação de cartas de condução e livretes em Moçambique. Para permitir a flexibilização na obtenção dos resultados esperados com esta medida, todas as esquadras ou postos policiais serão equipados com esta tecnologia nos próximos meses.

A aplicação desenvolvida pela tecnológica portuguesa permite a leitura através de um PDA ou de um smartphone, de códigos de barras 2D. Ao contrário do vulgar código de barras, o código 2D contém informação alfanumérica normal, como o nome, número de identificação, morada, e telefone.

Utilizado em modo online, o dispositivo possibilita a interconexão a um computador e a uma rede informática sem fios – GSM, 3G, Wi-Fi, Satélite, etc. – para acesso à internet. Neste caso, ao efectuar a leitura do cartão, o acesso à informação é possível através da consulta da base de dados existente no sistema de gestão instalado no computador correspondente.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário