Startup Braga e Startup Telles assinam protocolo para informação e apoio jurídico a empresas incubadas

8888
0
Share:

A Startup Braga e a Sociedade de Advogados Telles de Abreu e Associados, através do seu projeto StartupTelles, assinaram um protocolo de cooperação, durante a sessão de inauguração da nova aceleradora de empresas da cidade de Braga, que decorreu no passado dia 7 de maio. Esta parceria vai garantir a formação e o acompanhamento jurídico às empresas instaladas na nova incubadora, que abriu com a assinatura da Microsoft Ventures.

A pensar nas necessidades dos empresários, que se deparam muitas vezes com o que lhes parece ser um complexo sistema legislativo e normativo, este protocolo permitirá a formação e aconselhamento em várias das áreas jurídicas com as quais as empresas se defrontam no seu dia-a-dia. O Startup@Telles terá uma equipa disponível a que os jovens empresários podem recorrer, caso necessitem de esclarecer outras questões jurídicas, ou pensar noutras questões legais. Estará também disponibilizada a possibilidade de dar continuidade ao acompanhamento nas suas diferentes fases de desenvolvimento dos planos de negócio.

Para Carlos Oliveira, Presidente do Invest Braga, “a parceria com o Startup@Telles vem acrescentar valor ao nosso projecto. Pretendemos prestar um serviço completo de apoio às startups, para que se possam dedicar ao desenvolvimento da sua actividade. Neste sentido, nunca poderíamos esquecer a pertinência de uma adequada informação e assessoria jurídica que, em muitos casos, erradamente, só surge como uma necessidade perante a existência de litígio.”

Segundo Miguel Carvalho, sócio da Telles de Abreu e Associados e responsável pelo projecto Startup@Telles. “Pela experiência que temos, muitas empresas, em início de atividade, acabam por se focar mais nos seus propósitos de negócio. Na fase de arranque de qualquer projeto, questões tão essenciais como o registo das patentes e marcas, a tipologia de contratos de trabalho adequada ao seu caso concreto, a definição de um correcto formato societário, acabam por ser ignoradas. Partindo deste princípio, o nosso objetivo é preparar estes jovens empresários para que as suas empresas possam crescer com o correcto suporte jurídico e legal, por forma a minimizar riscos futuros decorrentes de uma menor atenção a estas matérias”.

O recém-criado projecto Startup Braga disponibiliza um serviço completo para as empresas incubadas, favorecendo o desenvolvimento empresarial e tecnológico de Portugal a partir de Braga, com a oferta de um conjunto de serviços e plataformas, que lhes garantam autonomia e alavancagem.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário