Sonae internacionaliza desafios de inovação

9416
0
Share:

A  Sonae  inicia  hoje,  em  Espanha,  a  sua  primeira  maratona  de  inovação  fora  de  Portugal, envolvendo  cerca  de  uma  centena  de  estudantes  universitários  naquele  país.  O  evento designado de “Agile Marathon Madrid” tem como desafio a criação de uma aplicação para dispositivos móveis aplicada ao sector do retalho de eletrónica. O conceito, desenvolvido pela Sonae  em  Portugal,  procura  promover  uma  maior  ligação  entre  o  mundo  académico  e empresarial e estimular a criatividade e a inovação na sociedade, colocando desafios práticos das empresas aos estudantes do ensino superior.

Nesta  primeira  edição  a  nível  internacional,  a  maratona  de  inovação  envolverá  as Universidades  Autónoma,  Complutense  e  Politécnica  de  Madrid,  entre  outras.  Durante  29 horas,  equipas  de  2  a  5  alunos  dos  diferentes  cursos  vão  enfrentar  o  desafio  de  criar  um protótipo funcional de uma aplicação móvel para diferentes dispositivos, ligada ao mundo do retalho de eletrónica e ao serviço ao consumidor. As suas competências serão postas à prova num  desafio  concreto  proposto  pela  Sonae,  que  implicará  um  intenso  período  de conceptualização, desenho e programação das aplicações.

Tendo como único limite da imaginação, o desafio possibilita aos participantes analisar e ficar a  conhecer  as  várias  cadeias  de  valor  dos  negócios,  ao  mesmo  tempo  que  estimula  uma verdadeira cultura de sinergia e colaboração. Os protótipos  devem estar focados no cliente final,  mas  podem  envolver  vertentes  como  logística,  organização,  gestão  de  stocks  e integração  do  produto  com  outras  ferramentas,  sistemas  de  pagamento,  geolocalização, atendimento  ao  cliente,  gamification,  usos de redes  sociais  ou  realidade  aumentada,  entre outros, aplicando as habilidades e os conhecimentos técnicos adquiridos na faculdade para o mundo real.

As  equipas  vencedoras  beneficiam  do  reconhecimento  da  Sonae  e  das  universidades envolvidas, sendo premiadas com estágios, equipamentos tecnológicos e cheques prenda que podem utilizar para adquirem ferramentas que facilitem e reforcem a sua aprendizagem.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário