Software AG compra plataforma Apama à Progress Software

9328
0
Share:

A Software AG anunciou que firmou um acordo com a Progress Software para a aquisição da Apama, uma plataforma líder de mercado para o processamento de eventos (CEP) e para soluções baseadas em CEP. O processamento de eventos Apama permite que as organizações correlacionem e analisem, em tempo real, as atividades de negócio em múltiplos fluxos de dados, por forma a permitir a tomada de medidas imediatas. O alto desempenho da plataforma Apama CEP, juntamente com as tecnologias in-memory e de mensagens de baixa latência da Software AG, permitem aos clientes obter a máxima rentabilidade dos seus dados de negócios, em tempo real, em qualquer área de negócio onde a capacidade de resposta em frações de segundos seja crítica, tais como a deteção de fraude, as negociações em mercados de capital ou a gestão do atendimento ao cliente. Além disso, a Apama CEP permite aos clientes desenhar, testar, monitorizar e controlar completamente a rede de Internet industrial com um novo nível de inteligência e precisão.

No âmbito deste acordo, está previsto que Software AG fique responsável pelas equipas tecnológicas da Apama que se encontram fundamentalmente em Cambridge (Reino Unido), Bedford (E.U.A) e Hyderabad (India). Também estão incluídas as equipas de vendas e técnica da Apama que servem a sua extensa base de clientes de serviços financeiros, comunicações e outros mercados. A Software AG irá manter a denominação dos produtos Apama, dado o alto reconhecimento da marca no mercado CEP. A Software AG também continuará a expandir as soluções e a indústria da Apama; incluindo nos mercados de capital, risco e vigilância; e a ampliar a satisfação dos clientes em função do contexto e da prevenção de fraudes.

“Os dados podem perder o seu valor num instante”, comenta Robin Gilthorpe, CEO de Terracotta e membro do Group Executive Board da Software AG. “A tecnologia big data da Software AG concentra-se em capacitar as empresas para reagir a dados complexos, enquanto os dados ainda estão vivos e uma intervenção ainda possa ter um impacto significativo no negócio, seja a prevenir uma fraude, a aumentar as vendas ou, inclusivamente, a salvar vidas. Esta aquisição é um passo importante na concretização da nossa estratégia de dotar as empresas de meios que lhes proporcionem um conhecimento mais significativo do seu negócio e uma maior rentabilidade dos seus grandes volumes de dados”.

A estratégia de big data da Software AG centra-se em proporcionar um conhecimento imediato das fontes de grandes volumes de dados para qualquer tipo de dispositivo, por forma a permitir uma intervenção imediata. Combina a gestão de dados in-memory com serviços de mensagem e processamento de fluxos de eventos por forma a proporcionar informação sobre o negócio em tempo real. A plataforma big data da Software AG permitirá um novo tipo de aplicações que se adaptam facilmente a situações emergentes e novos conjuntos de dados. Estes objetivos não seriam possíveis de alcançar com abordagens tradicionais de gestão de dados centrados na utilização de discos. Apama é uma plataforma CEP de baixa latência que complementa plenamente o portfólio de produtos da Software AG.

John Bates, cofundador de Apama e Chief Technology Officer da Progress Software afirma que, “Tanto a Progress como a Software AG estão empenhadas em que esta transição seja o mais natural possível para os clientes, aos quais continuarão a ser disponibilizados os elevados níveis de suporte a que estes se acostumaram. Integrarei a equipa da Software AG uma vez concluída a transação e estou pessoalmente comprometido com esta transição”.

Esta aquisição é consistente com o objectivo da Software AG de expandir a sua crescente linha de negócio de software de processos e integração (Business Process Excellence), a fim de ajudar os clientes a digitalizar as suas empresas em torno das “quatro forças”: mobilidade, cloud, colaboração social e big data. A Software AG gerou cerca de 547.000.000 de Euros no segmento de Business Process Excellence no ano fiscal de 2012. As receitas de licenciamento neste segmento de negócio aumentaram 19 por cento no 1 º trimestre de 2013.


Share:

Deixe o seu comentário