Smartphones BlackBerry 10 utilizados pelo Departamento de defesa Americano

8360
0
Share:

A BlackBerry anunciou que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos aprova a utilização dos smartphones BlackBerry 10 e dos tablets BlackBerry PlayBook, com o BlackBerry Enterprise Service 10. A fim de trabalharem com a Defense Information Systems Agency (DISA), os smartphones BlackBerry 10 e os tablets BlackBerry PlayBook, foram submetidos a testes realizados pelos laboratórios do Departamento de Defesa e, posteriormente, à lista da DISA’s Unified Communications Approved Product List (UC APL), tendo sido bem-sucedidos.

Esta aprovação permite que todos os funcionários do Departamento de Defesa utilizem smartphones BlackBerry Z10 e BlackBerry Q10, e tablets BlackBerry PlayBook nas redes do Departamento de Defesa.

“A pesquisa da IDC mostra que a segurança móvel continua a ter máxima importância para as agências governamentais por todo o mundo,” refere Stephen D. Drake, Vice- presidente do Programa Mobility & Telecom na IDC. “Os restritos requisitos de segurança do Departamento de Defesa dos Estados Unidos estão entre os mais elevados do mundo, e isso permite que outros órgãos do governo sigam os seus passos. O papel da BlackBerry, incluindo os dispositivos e o BlackBerry Enterprise Service 10, continua a ser importante e relevante para a segurança consciente das organizações.”

“A plataforma BlackBerry 10 é ideal para os funcionários do nosso governo, uma vez que oferece uma experiência de computação rica e com uma elevada capacidade de resposta, juntamente com o aprovado e validado modelo de segurança da BlackBerry, uma combinação inigualável na indústria,” refere Scott Totzke, Vice- presidente Sénior de BlackBerry Security, na BlackBerry. “Esta aprovação vai permitir que os funcionários do Departamento de Defesa liguem os seus smartphones BlackBerry Z10 ou BlackBerry Q10, às redes do Departamento de Defesa e acedam, de forma segura, a activos de trabalho, enquanto desfrutam das funcionalidades que a plataforma BlackBerry 10 traz para o mercado.”


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário