SISCOG optimiza Caminhos-de-Ferro Holandeses

10032
0
Share:

No início deste ano, os Caminhos-de-Ferro Holandeses (NS) abordaram a SISCOG, sua fornecedora e parceira há mais de 20 anos, especializada em soluções de planeamento e gestão optimizada de recursos em empresas de transporte, com um desafio: optimizar a atribuição do trabalho diário do seu pessoal de Serviço & Segurança (S&S).

A SISCOG aceitou o desafio e, juntamente com a NS, desenvolveu em sete meses o projecto TUTIS: “Teams: Universalized Tasks Involving Security” (Equipas: Tarefas Universais Envolvendo Segurança). Este projecto envolveu não apenas a alocação de trabalho ao pessoal, mas também o destacamento destas pessoas baseado em informação. Do projecto resultou, entre outras coisas, um protótipo capaz de produzir planos de turnos de trabalho optimizados para este pessoal.

O pessoal de S&S incluído no estudo pertence a um conjunto de 700 pessoas espalhadas por 13 regiões na Holanda. Este grupo trabalha 24 horas por dia, 7 dias por semana, em equipas de duas ou mais pessoas, e o seu trabalho consiste em patrulhar e fiscalizar as estações e comboios da NS, garantido a segurança dos passageiros e do seu próprio pessoal. Nas horas de ponta também prestam informação e assistência aos passageiros.

O facto de estas equipas aumentarem e diminuírem constantemente ao longo do dia, como forma de se adaptarem dinamicamente às actividades necessárias, leva a que o planeamento deste grupo de trabalho apresente uma dificuldade acrescida.

O projecto abordou a criação de tarefas e turnos do pessoal de Serviço & Segurança num cenário em que claramente o número de trabalhadores não é suficiente para todas as tarefas. Um dos desafios foi escolher a melhor atribuição de trabalho, ou seja, o trabalho a atribuir que minimizasse o risco de incidentes, tais como a falta de segurança ou evasão ao pagamento de bilhetes.

O trabalho a alocar inclui a patrulha de comboios específicos e o controle de bilhetes em determinadas plataformas e em dias e momentos específicos do dia. O local e hora em que o risco é mais elevado altera de dia para dia, dependendo de informação histórica e de eventos especiais que ocorrem em certos dias (por exemplo, dias em que as lojas ficam abertas até mais tarde na Holanda). Como tal, o problema é dinâmico uma vez que a atribuição de trabalho perfeita num dia, não o será noutro.

Outras características desafiantes do problema incluíram a necessidade de combinar trabalho que tem de ser executado com trabalho que pode ser executado; de combinar o planeamento de trabalho baseado em cargas de trabalho com outro baseado em tarefas; de lidar com a decisão de atribuir todo ou nenhum trabalho, uma vez que a atribuição parcial não diminui o risco de incidentes ou previne o não pagamento de bilhetes; e, em simultâneo, a necessidade de assegurar que em todos os momentos esteja, em determinados pontos-chave da rede, pessoal da S&S para responder a qualquer situação de emergência.

O Director de Informação dos Caminhos-de-Ferro Holandeses, Hans Munk, referiu outra dificuldade acrescida do projecto: “Os processos relacionados com a equipa de Serviço & Segurança ainda estão em desenvolvimento internamente na NS, dificultando ainda mais, neste momento, a especificação e desenvolvimento de uma boa ferramenta de suporte para os mesmos”. Acrescentou ainda que “ao longo dos anos de cooperação com a NS, a SISCOG aprofundou o seu conhecimento sobre os nossos processos e demonstrou ser um parceiro de confiança. Isto faz da SISCOG um bom aliado para projectos relacionados com novos desenvolvimentos na NS. Estamos muito satisfeitos em ver estes aspectos reflectidos neste estudo, o qual resultou num protótipo muito bom.”

O protótipo gerado no âmbito do TUTIS demonstrou ser capaz de lidar com as especificidades do trabalho do pessoal de S&S de uma forma rápida e optimizada, e foi considerado um sucesso no passado mês de Novembro.

Ernesto Morgado, Administrador da SISCOG, declarou que “não poderíamos estar mais satisfeitos com o excelente desempenho obtido neste projecto com a NS. Atingir o objectivo a que nos propusemos, a optimização deste tipo de turnos tão específicos, é deveras gratificante. É também sempre com grande satisfação que trabalhamos com a NS, nossa parceira de longa data, extremamente profissional, fidedigna e orientada para resultados.”

TUTIS, que também significa “seguro, a salvo e protegido” em Latim, foi desenvolvido com base no produto CREWS Duty Scheduler da SISCOG, e é o quinto projecto conjunto no âmbito do protocolo “Projectos de Pesquisa para o Apoio Automatizado e Inteligente do Planeamento de Recursos de Ferrovias”, assinado em 2007 entre a SISCOG e a NS.


Share:

Deixe o seu comentário