152 0

Sendys Group leva solução cloud para Moçambique

O ‘Sendys Goup’apresenta em Moçambique o ‘Masterway’, software de gestão assente na nuvem. Uma novidade levada pela tecnológica portuguesa à Feira Internacional de Maputo (FACIM), num momento em que o mercado procura soluções especializadas e mobilidade, para fazer face aos novos modelos de negócio que estão a emergir no país.

Com uma oferta integrada, que compreende as funcionalidades de gestão comercial, contabilidade e customer relationship management (CRM), o ‘Masterway’ vai permitir, às empresas a operarem no mercado moçambicano, simplificar processos e modelos organizacionais, ganharem centralidade na informação e permitir que façam uma gestão digital on-line dos seus negócios. Esta abordagem, que moderniza a gestão das empresas, garante maior eficiência e economia de recursos, o que terá impacto positivo no desempenho e produtividade das organizações.

A FACIM é o maior evento dimensão internacional em Moçambique e esta foi já a sua 53.ª edição, que recebeu, segundo a organização, 1900 expositores e 80 mil visitantes durante sete dias.

Para Fernando Amaral, Chairman do ‘Sendys Group’, “o ‘Masterway’ é a solução que os empresários moçambicanos ambicionam para os novos desafios que se colocam à economia do país. Se tivermos ainda em atenção que, segundo dados referentes a 2016, num total de quase 150 economias, Moçambique ocupa o 84º lugar no ‘Índice Global de Inovação’ e está em grande crescimento no que se refere ao uso de tecnologias de informação e comunicação, percebemos que o futuro passa, também aqui, pela cloud”.O Sendys Group marcou presença no Pavilhão de Portugal com a Alidata e a Sendys, tecnológicas Portuguesas), mas também em representação da SEAL MOZ, empresa do grupo sediada em Maputo que se dedica à implementação e manutenção de softwares próprios desenvolvidos inhouse com as marcas Sendys, Alidata e Masterway.

A aposta do ‘Sendys Group’, patente na apresentação desta novidade de software de gestão na núvem, que ocorreu na FACIM, está também alinhada com a declaração do Primeiro-Ministro de Moçambique, publicada no site do Governo, após a visita à Feira Internacional de Maputo, segundo a qual “apreciou o nível de inovação tecnológica das PME e encorajou o desenvolvimento destas iniciativas, por entender que se trata de um factor determinante na promoção do crescimento económico e conquista de novos mercados”.

Para além dos objetivos de negócio, faz parte da missão do Grupo apoiar o desenvolvimento de Moçambique e promover o seu crescimento económico, por isso quer interferir na melhoria contínua do ambiente de negócios deste país, e promover a modernização das empresas através da tecnologia.

Related Post

Leave a Comment:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *