Sendys alarga presença em moçambique no melhor ano de sempre

8448
0
Share:

A  tecnológica  portuguesa  Sendys,  a  mais  antiga software  house nacional,  está  a  reforçar  o investimento  no  mercado  moçambicano,  com  a  abertura  de  dois  novos  escritórios:  Tete  e  Beira.  A tecnológica  iniciou  operações  em  Moçambique  há  10  anos,  com  criação  da  sede  em  Maputo. Atualmente,  tem  uma  equipa  própria  de  12  pessoas,  presença  direta  em  três  regiões  e  35%  do  seu volume de negócios é gerado em Moçambique. 2015 está a ser o melhor ano de sempre nesse mercado, com um crescimento no primeiro semestre na ordem dos 13%.

“A visita de Estado do Presidente de Moçambique a Portugal, na passada semana, é reveladora  da  importância  que  Portugal  representa  para  os  interesses  futuros  do  país africano.  Moçambique  é  uma  economia  em  franco  crescimento  e  continuam  a  existir oportunidades  para  as  empresas  portuguesas.  No  caso  concreto  da  Sendys,  o  nosso crescimento  tem  sido  muito  sustentado  e  justificado  pelo  acompanhamento  a  empresas nacionais que iniciam operações no mercado moçambicano. Acreditamos que esta visita de Estado  vai  despertar,  ainda,  mais,  o  interesse  dos  empresários  e  gestores  portugueses relativamente a Moçambique”, explica Fernando Amaral, managing partner da Sendys.

O novo Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, visitou Portugal a semana passada, naquela que foi a sua primeira visita de Estado fora do continente africano, desde que tomou posse. O chefe de Estado moçambicano veio acompanhado de uma comitiva de 60 empresários e o principal objetivo da viagem foi cativar os empresários portugueses a investir em Moçambique. O investimento direto português em Moçambique atingiu os 360 milhões de dólares em 2014, quase o dobro dos 171 milhões registados em 2013.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário