Schneider Electric comemora 10 anos das Soluções InfraStruxure

8272
0
Share:

A Schneider Electric comemorou, no passado dia 31 de outubro, o 10º aniversário da arquitetura para Centros de Dados InfraStruxure, no Hotel Tivoli Lisboa.

O evento contou com um périplo pela evolução desta arquitetura revolucionária, bem como com o testemunho de alguns dos clientes e parceiros que acompanharam a evolução desta solução ao longo dos últimos dez anos. Novabase, Guiatel, Flesk Telecom e Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa foram alguns dos speakers neste evento, que contou também com uma palestra acerca das evoluções registadas no mundo dos Centros de Dados nos últimos anos,

O evento contou ainda com a presença de David Claudino, Country President da Schneider Electric Portugal, Maria de Lurdes Carvalho, que liderou o IT Business da Schneider Electric nos últimos anos e que ocupa agora o cargo de EMEA Vice President Data Center Solutions e de João Rodrigues, recentemente nomeado Vice-President IT Business da Schneider Electric Portugal.

Acerca deste aniversário, Maria de Lurdes Carvalho referiu: “O lançamento da arquitetura InfraStruxure revolucionou a forma como concebemos as infraestruturas físicas de TI, ao permitir um controlo total das mesmas, contribuindo, assim, para uma otimização da eficiência da operação, através da plataforma DCIM (Data Center Infrastructure Management)“.

Presente na celebração, Pedro Rosa, Coordenador da Unidade de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa falou sobre a experiência até agora com o seu Centro de Dados e reforçou que “neste último ano conseguimos já fazer coisas até aqui impensáveis. Entre os diferentes benefícios, destacamos a monitorização integrada com a plataforma existente e melhorada, uma operação estável e sem quebras de serviço e a conquista da confiança dos investigadores, o que se deve fortemente à qualidade dos equipamentos que escolhemos”. Bruno Carlos Director-geral da Flesk Telecom apresentou o Centro de Dados de Faro, o maior da região algarvia, baseado no InfraStruXure. “Somos de facto uma referência na região. Instalámos duas UPS Symmetra PX 250kW e desde o início da sua implementação, alcançámos 96% de eficiência energética”,

Já Pedro Alexandre, Administrador da Guiatel falou sobre todo o processo de construção e desenvolvimento de um Centro de Dados implementado em Cabo Verde. “Somos parceiros da Schneider Electric há cerca de três anos e desde então temos aumentado o nosso negócio. O Centro de Dados do NOSI (Núcleo Operacional de Sistemas de Informação) em Cabo Verde foi um projeto ambicioso, e foi fantástica a colaboração que se criou com a Schneider a partir daqui. Fizemos algo que considero realmente notável.” Carlos Carvalho, Data Center Business Development Manager da área de Infrastructures & Managed Services da Novabase fechou ainda com a análise de que “cada vez mais o Centro de Dados é uma peça fundamental, não só para tornar o negócio competitivo face à concorrência, como também para o diferenciar, realçando a mais valia que o papel do Integrador assume para as soluções dos fabricantes.”

A Arquitetura para Centros de Dados InfraStruxure surgiu da necessidade por parte das empresas de terem implementações simplificadas de TI para poupar tempo, custos e recursos, de forma a satisfazer a crescente exigência de novas aplicações empresariais e armazenamento de dados.

Procuravam sobretudo soluções modulares de fácil utilização para acompanhar a complexidade das TI à medida que a revolução digital ia sendo impulsionada.

Surgiu assim o InfraStruxure, uma arquitetura escalável e modular que integra potência, distribuição de potência, arrefecimento, bastidores, gestão e serviços numa única solução que permite que as salas de TI e os Centros de Dados se adaptem de forma eficiente, fácil, rápida às necessidades do negócio das empresas. Esta grande mudança no mundo das TI permite igualmente alcançar diferimentos no CapEx e reduções de OpEx, através da adequação da alimentação e arrefecimento às reais necessidades das cargas de TI.

Inovações como a UPS modular trifásica Symmetra PX 250/500 kW, as unidades de arrefecimento InRow para uma maior capacidade de arrefecimento em ambientes novos e remodelados, e o sistema de contentorização de ar EcoAisle fizeram parte da evolução do InfraStruxure e permitiram aos Centros de Dados acomodar as tecnologias mais recentes, tais como computação de alta densidade.

Do mesmo modo, o software integrado StruxureWare para Centros de Dados protege cargas virtualizadas, garantindo que estas cargas dinâmicas sejam sempre hospedadas em servidores mais disponíveis.

As unidades de arrefecimento InRow integradas enfrentam os pontos quentes (“hot spots”) dinâmicos na fonte – o bastidor – proporcionando às empresas ganhos imediatos de eficiência através de um melhor arrefecimento. Os mais recentes avanços, tais como o software StruxureWare para Centros de Dados e serviços completos do ciclo de vida dos Centros de Dados permitem uma gestão inteligente da energia com redução de custos.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário