25705 0

Saphety cresce 59% no mercado internacional

A Saphety conseguiu o melhor resultado de vendas de sempre durante o ano de 2015, com os resultados realizados fora de Portugal a representar já 39% do total do volume de negócios da empresa (9,1 milhões de euros), tendo sido também este o segmento que registou o crescimento mais acentuado, na ordem dos 59 por cento.

Estes resultados vêm comprovar a trajetória ascendente da empresa, demonstrando que a aposta internacional foi de facto o caminho certo. Em 2015, a tecnológica deu continuidade ao seu processo de investimento no Brasil e na Colômbia, reforçando assim a sua presença no mercado externo.

Segundo o CEO da Saphety, Rui Fontoura, “o objetivo para 2016 é consolidar as operações internacionais onde estamos presentes e ser a referência global na área das soluções de sincronização de dados. Queremos continuar a crescer e reforçar a nossa presença internacional, apostando especialmente em países da América Latina.”

No final de 2015, a empresa contabilizou 129 mil utilizadores ativos, num total de 4700 clientes a nível mundial, nas várias soluções que desenvolve e comercializa, todas utilizadas por grandes empresas e outros organismos nacionais e internacionais.

No que respeita às soluções, durante o ano, o SaphetyDoc (Document Exchange) assumiu uma posição de relevo, sendo uma das soluções mais utilizadas pela administração pública, local e central, bem como pelas principais insígnias da grande distribuição em Portugal. Adicionalmente foi também a solução base para entrada em novos mercados, a par com a recentemente lançada solução eBilling (Document Presentment). O SaphetyGov (Public Procurement), por seu lado, voltou a ser estratégico na oferta da empresa e o SaphetySync (Data Synchronization) destacou-se com particularidade nos mercados internacionais sendo utilizado pelas empresas do universo GS1, tornando-se claramente na solução mais diferenciadora do portefólio Saphety.

“Para a Saphety, 2015 foi um ano de crescimento e de consolidação nacional e internacional. A entrada na América Latina vem reforçar a nossa projeção nos mercados externos e posicionar-nos como uma empresa de referência nos setores onde atuamos. O nosso posicionamento global é também uma excelente oportunidade para no próximo ano crescermos ainda mais. A nível nacional, 2015 foi também um excelente ano, com Portugal a dar um importante contributo para os resultados financeiros, conseguindo apoiar os mais recentes investimentos nos novos mercados externos”, acrescenta Rui Fontoura.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Xerox ajuda transportadoras a conhecer melhor o comportamento dos passageiros

Todos os dias, milhões de passageiros compram e utilizam bilhetes nos transportes públicos em todo o mundo, gerando quantidades massivas de informação acerca dos seus hábitos diários de

IT People apoia jovens talentos e promove I&D através das universidades

A IT People vai reforçar a sua aposta em investigação e desenvolvimento em 2015, e para tal vai trabalhar próximo de algumas das melhores universidades do país em

Xerox apresenta Relatório Global Anual da Cidadania

A Xerox apresentou o Relatório Global Anual de Cidadania. No relatório Ursula Burns, Presidente e CEO da Xerox, destaca as principais práticas dirigidas para a inovação sustentável, onde assentam

Canon apresenta tecnologia de segurança mais recente

A Canon Europa vai apresentar a sua linha completa de câmaras de rede na IFSEC International, naquele que é o seu maior stand de sempre (133m2). Julian Rutland, Diretor

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *