Samsung “Techonomic Index”: Portugueses são dos europeus que mais cozinham em casa e dos que mais fazem streaming (transmissão em directo) de vídeo e de música

12584
0
Share:

A Samsung apresenta hoje o seu maior estudo de sempre, o designado Techonomic Index 2015, no qual se analisou a forma como os Portugueses se estão a relacionar com a tecnologia. Na segunda edição anual do estudo, este foi alargado para incluir 18 países, de forma a descobrir os hábitos de uso e os comportamentos de gastos de adultos com um alargado espetro de equipamentos eletrónicos e eletrodomésticos.

Casa – a nossa base cultural, de entretenimento e de trabalho

Este novo estudo mostra que em 2015 os lares Portugueses se tornaram em muito mais do que simples locais para comer, relaxar e dormir. Servem hoje como hub (agregador) para o nosso universo cultural pessoal – um local de trabalho, um espaço para estudarmos ou um centro de entretenimento, onde nos podemos ligar a quem gostamos e recolher inspiração a partir do mundo à nossa volta. A tecnologia está a enriquecer essa experiência, já que o número médio de equipamentos nas casas dos Portugueses é de 21, superior aos 19 que correspondem à média Europeia. Complementarmente, a média de utilização diária dos equipamentos domésticos representa cerca de 16h.

“Hoje, as nossas casas são o centro do nosso universo cultural pessoal. O crescimento exponencial de media digital, a disponibilidade de conteúdo com maior qualidade e um maior número de equipamentos são argumentos de peso que abrem novas possibilidades. O aumento no nível de conectividade global significa que estamos neste momento a viver um período de mudanças sem precedentes”, refere Inês Costa, Consumer and Marketing Insights da Samsung Portugal. “Conseguimos explorar o mundo, educar-nos e enriquecer as nossas experiências de vida, e tudo dentro das nossas casas. É com grande satisfação que vemos o nosso país como pioneiro na adopção de novas tecnologias e soluções que melhoram o nosso dia-a-dia”.

Samsung Techonomics Index (8)

Gastronomia Portuguesa e Equipamentos domésticos de mãos dadas

Os Portugueses têm uma grande paixão por gastronomia e este estudo revela que Portugal é o país a nível Europeu que cozinha com maior frequência (28.72 vezes por mês), seguindo-se a Finlândia (28.5) e a Espanha (28.32). Com receitas mundialmente conhecidas como Bacalhau à Brás ou Ameijoas à Bulhão Pato, a necessidade de conteúdos e equipamentos de culinária são fundamentais. Assim, um em cada dois portugueses (54%) utilizam diariamente um equipamento de limpeza, e quase todos utilizam um eletrodoméstico de limpeza ou de cozinha pelo menos uma vez por semana (98% e 99%).

Samsung Techonomics Index (9)

Mobilidade e Televisão em todo o lado

Equipamentos móveis, tal como smartphones e tablets, são já mais do que bens de consumo – tal como mostra este estudo, são uma necessidade absoluta. Também as televisões assumem um papel principal nos lares Portugueses, demonstrando a nossa relação com equipamentos de entretenimento.

Portugal tem praticamente total penetração no que respeita a telefones móveis (99%) e TV’s (99%) nas famílias portuguesas, tendo cada casa, em média, 2 TVs e pelo menos 1 tablet. Por outro lado, 96% dos Portugueses afirma não conseguir passar um dia sem o seu telemóvel e 95% sem TV. No que respeita à utilização de telemóveis, num dia normal a média é de 1h24m e quando falamos em TV’s o tempo de visualização aumenta para 3h12m.

Samsung Techonomics Index (1) - Cópia

Comunicação é fundamental

À medida que a distância entre as pessoas diminui devido ao aparecimento das tecnologias móveis como os smartphones, ligações Wi-Fi e a Internet das Coisas, o contacto frequente e imediato é algo que os Portugueses valorizam cada vez mais. Neste sentido, o estudo revela que as operações realizadas com maior regularidade nos telemóveis são a troca de SMS (89%), acesso ao email (81%) e acesso às redes sociais (77%). Se tivermos em consideração o uso de tablets, as operações mais frequentes passam a ser o acesso ao email (82%), o acesso a redes sociais (75%) e os motores de busca (63%).

Samsung Techonomics Index (3) - Cópia

Streaming (transmissão em directo) de Música e Vídeo em cada equipamento

Os conteúdos consumidos pelos Portugueses também nos mostram como as nossas casas se estão a transformar numa central de conteúdos. Segundo os resultados do estudo da Samsung, Techonomic Index 2015, os Portugueses preferem conteúdos de entretenimento, seja um novo episódio do seu programa favorito, o último vídeo clip ou o livro lançado recentemente. 82% dos Portugueses assistiram a conteúdos online de TV, vídeo ou filmes (versus 72% na Europa), 78% fizeram streaming (transmissão em directo) de conteúdos de música (versus 66% na Europa) e 66% dos Portugueses acederam a revistas e livros digitais (versus 56% na Europa).

Samsung Techonomics Index (5) - Cópia

Também em termos de frequência vemos o porquê de Portugal ser considerado um país de early adopters (primeiros utilizadores): numa base diária, 30% dos Portugueses fazem streaming (transmissão em directo) de conteúdos de TV, filmes ou vídeo (9% acima que a média Europeia), 21% fazem streaming (transmissão em directo) de música (versus 18% na Europa), 38% utilizam aplicações de jogos ou de entretenimento nos telemóveis ou tablets numa base mínima semanal (5% acima da média Europeia) e 39% consome livros ou revistas digitais também semanalmente ou até com maior frequência (10% mais do que a média Europeia).


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário