Saiba como lidar com os desperdícios electrónicos

7480
0
Share:

Um estudo recente da EPA (Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos) mostra que os equipamentos eletrónicos constituem aproximadamente 1% dos desperdícios sólidos. Paralelamente, uma investigação levada a cabo na Europa mostra que o desperdício eletrónico está a crescer a uma velocidade três vezes maior que a dos outros desperdícios, o que significa que deve ser feito um esforço maior em prol da reciclagem.

Lisboa, 27 de novembro de 2012 – A APC by Schneider Electric tem como missão ajudar as pessoas e empresas a serem cada vez mais eficientes no uso que fazem da energia elétrica, e por isso dá algumas recomendações sobre como contribuir para um planeta e meio ambiente melhores.

1. Afinal quão grande é o desperdício eletrónico?

· Um relatório de 2006 da Associação Internacional de Recicladores de Eletrónica estima que, tendo em conta o crescimento actual e os níveis de obsolescência das mais diversas categorias de material eletrónico consumido, 3 mil milhões de unidades serão e até ao fim desta década, o que representa uma média de 400 milhões de unidades por ano;

· A consultora Gartner estima que os norte-americanos descartam cerca de 133.000 computadores pessoais por ano;

· São deitados ao lixo cerca 130.000 milhões de telemóveis por ano;

· De acordo com dados da EPA, os norte-americanos produziram cerca de 2.6 milhões de toneladas de desperdício eletrónico em 2005, o que constitui 1,4% do total. Deste número, apenas 12,6% foram reciclados;

· Cerca de 68% dos consumidores acumulam vários equipamentos que já não usam em casa.

2. Acabo de comprar um computador novo. O que devo fazer com o antigo?

Se o computador tiver menos de cinco anos, existe a possibilidade de alguém o querer utilizar. Doar equipamentos electrónicos para reutilização prolonga a vida de produtos valiosos e mantem-nos fora do sistema de gestão de desperdícios.

3. Que fazer com os equipamentos periféricos?

Recordamos que é preferível um sistema operacional completo, ou seja, que inclua monitor, cabelagem, impressora e licenças de software, a um sistema incompleto que não funcione. É possível que a pessoa a quem se disponibiliza o equipamento não tenha recursos ou experiência suficientes para fazer bom uso de apenas um componente.

4. A quem devo dar o meu computador antigo?

Escolas, organizações sem fins lucrativos e famílias com baixos rendimentos são os candidatos ideais. Pode também conseguir benefícios fiscais por doações de equipamentos electrónicos.

5. E se o meu computador antigo não puder ser reutilizado?

Se o seu computador não puder ser reutilizado, reciclar é a melhor opção. A reciclagem de equipamentos eletrónicos evita a contaminação e a necessidade de extração de recursos valiosos e virgens limitados. Reduz também a utilização de energia na produção de novos produtos.

6. Que opções de reciclagem existem?

Entre em contacto com a sua junta de freguesia ou câmara municipal para ver se existem coletas de computadores ou de equipamentos eletrónicos como parte dos serviços de desperdício perigoso, ou se existe um centro de reciclagem na sua área de residência. Pergunte também em lojas de reparação de equipamentos eletrónicos, instituições de solidariedade social, empresas de reciclagem, ou lojas de informática mais pequenas. Estes podem converter-se em boas opções de reciclagem.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário