Sage facilita empreenderismo em Portugal

10120
1
Share:

A Sage apresentou um projeto inovador chave-na-mão para startups, que pretende acompanhar a onda de empreendedorismo em Portugal. Especialmente concebida para os empreendedores nacionais e desenhada a pensar no contexto económico e social atual, a oferta Sage StartUp apresenta um conjunto de parcerias diferenciadoras de custo reduzido, que apoia o nascimento de novos negócios, com toda a simplicidade e eficácia exigidas.

O pacote Sage StartUp integra ofertas exclusivas de um conjunto de parceiros, onde se incluem a PT Negócios (para a área das telecomunicações), o Montepio (para Banca & Seguros, com a solução Montepio StartUp Sage), a Sumo Publicidade (Comunicação & Publicidade) e a Talkdesk (Call Center).

“Apesar da atual conjuntura económica e social, assistimos todos os dias à criação de novas ideias que estimulam a economia e criam novas oportunidades. Na Sage, queremos apoiar efetivamente os empreendedores, disponibilizando-lhes uma solução pensada ao pormenor para o arranque do seu negócio, pois acreditamos que o futuro de cada um depende da sua atitude” declara Isália Barata, responsável por este projeto na Sage Portugal.

Para chegar ao pacote Sage StartUp, a empresa abordou cerca de 350 empreendedores, através de entrevista/inquérito, durante oito semanas, tendo identificado os obstáculos e as necessidades enfrentadas pelos empreendedores para a criação do seu negócio. Posteriormente, desenvolveram uma proposta de produto, que testaram junto do mercado. Para apresentar o projeto Sage StartUp, a Sage inspirou-se em startups de sucesso que contrariam os obstáculos apontados, como ‘O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo” e “a ConsultaClick”.

“Quando efetuámos os inquéritos junto dos empreendedores, verificámos que a falta de capital era o principal obstáculo identificado. Com um investimento inicial reduzido, o Sage StartUp é a resposta certa para quem quer arrancar com o negócio da sua vida,” diz a responsável.

A apresentação desta solução foi feita ao mercado português ontem em Lisboa, na nova incubadora de empresas – startup lx, na Rua Castilho.

 


Share:
Patricia Fonseca

1 comentário

Deixe uma resposta