19012 0

Rumos promove WEBCAST gratuita

A Rumos vai realizar no próximo dia 24 de setembro das 16h00 às 19h00, uma Webcast gratuita subordinada ao tema “PRINCE2 vs PMP (PMBOK)”. Destinada a profissionais na área de Gestão e Negócio, os interessados poderão assistir a esta Webcast a partir de casa ou do escritório, sem custos de tempo ou deslocação, tendo acesso a conhecimento sobre as mais recentes tecnologias numa sessão interativa, podendo comunicar em tempo real com o formador.

A certificação PMP é baseada no PMBOK, o qual é um standard e não uma metodologia. O PMBOK contém um conjunto de processos e técnicas de gestão de projetos amplamente aceites. O PMBOK é uma base sólida sobre a qual as organizações podem construir uma metodologia de gestão de projetos. Uma das razões pelas quais o PMI (Project Management Institute) estabeleceu como pré-requisito na certificação PMP um mínimo de 3.500 horas de experiência prática em gestão de projetos é, obviamente, porque sendo o PMBOK apenas um guia/referência (Body of Knowledge), a sua aplicação de forma efetiva exige experiência prévia no campo.

PRINCE2, por outro lado é uma metodologia com um modelo de processos detalhados e templates. Descrevendo passo-a-passo como organizar e implementar um projeto. Trata-se mais de um manual do que de um guia de referência (em comparação com o PMBOK). Entretanto o PRINCE2 foca-se num menor número de técnicas.Ambas as abordagens são complementares e não opostas.

“Neste webcast mostraremos aplicações práticas de ambas as certificações, no que diz respeito a Estimativas, Monitorização e Controle, Gestão de Stakeholders e Gestão de Riscos em Projetos”, explica Marlene Almeida, diretora da Unidade da Formação da Rumos.

Esta Wecast será orientada por Gilberto Costa, formador da área que tem colaborado com o Grupo Rumos desde 2001. Inicialmente em tecnologias Microsoft e, desde 2008 preparou centenas de outros gestores para não somente obterem a certificação PMP®, mas também – e principalmente – capacitou-os para obterem melhores resultados dentro das empresas onde os mesmos atuavam. Atualmente trabalha para a GBC.LONDON (UK) como consultor em gestão de riscos para projetos críticos e atividades operacionais exigentes. Na sua lista de clientes estão empresas como a EMC, RSA-Security, TD Bank, entre outros.

Apesar de se tratar de formação gratuita, a sua inscrição é obrigatória estando as vagas limitadas ao número de participantes.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Linkedin: 6 milhões de passwords expostas

A informação começou hoje a circular na Internet preocupando, em particular, aqueles que são utilizadores da famosa rede social Linkedin. De acordo com o que é avançado, foi

Schneider Electric lança o armário NetShelter SV

A Schneider Electric lançou o armário NetShelter SV, uma solução de bastidor acessível e concebida de acordo com os standards da indústria, sendo de fácil integração com os

Microsoft anuncia fim do suporte ao Windows Server 2003 em Portugal e partilha dicas para migração bem sucedida

No próximo dia 14 de julho termina o suporte da Microsoft ao Windows Server 2003, que chega assim, após 12 anos existência no mercado, ao fim do seu

SISCOG reforça actuação no Brasil com representante local

A  SISCOG celebrou um acordo de cooperação para o Brasil e restantes países da América do Sul com a empresa brasileira SYSFER. Há já vários anos a analisar

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *