ROFF anuncia nova filial na Suíça

10296
0
Share:

A ROFF anuncia o arranque da sua operação na Suíça com a abertura de um novo escritório neste país, onde há poucos meses viabilizou o seu maior contrato de sempre com a multinacional helvética Givaudan.

Com a ambição de ser um parceiro de referência também no mercado suíço, a ROFF pretende alargar a sua presença neste país e recrutar 15 novos colaboradores para esta filial localizada em Nyon, sendo o processo de recrutamento, numa primeira fase, realizado com recurso a capital humano português e posteriormente com a contratação local de profissionais especializados. Neste momento, a empresa dispõe de uma equipa fixa de 70 consultores dedicados a este mercado.

A estratégia da ROFF irá, inicialmente, focar a região francófona do país, que a empresa já conhece e onde tem maior facilidade na identificação de oportunidades de negócio, o que lhe permitirá ser mais competitiva.

Atualmente a desenvolver projetos em multinacionais e em grupos de empresas suíças como a Givaudan, CIMO e blue-infinity, entre outros, a ROFF estima faturar 11 milhões de euros no primeiro ano de atividade neste mercado.

A entrada neste concorrencial mercado europeu enquadra-se na estratégia de internacionalização da empresa que está já presente em quatro continentes e oito geografias diferentes. Para além da recente aposta no mercado chinês com a abertura de uma filial em Macau, no início de 2013, e da contínua presença no mercado africano, o continente europeu continua a ter, para a ROFF, grande potencial de crescimento.

A internacionalização tem sido feita com base no investimento de capitais próprios sendo que nos últimos 3 anos, a ROFF investiu cerca de 2 milhões de euros em novos escritórios fora de portas.

No ano de 2012, o negócio externo da ROFF gerou 25 milhões de euros, mais 4 por cento face ao ano anterior, representando 54 por cento do seu volume total de negócios. Em contraciclo com a realidade nacional, a empresa registou um crescimento de 17 por cento no mercado português, o que justificou a contratação de 60 novos colaboradores.


Share:

Deixe o seu comentário