14647 0

ROFF alcança 6º lugar no ranking das “Melhores Empresas para Trabalhar”

A ROFF conquistou o sexto lugar no ranking das “Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal”, de acordo com o estudo elaborado pelo Great Place to Work Institute. A ROFF viu distinguida a sua prática de valorização dos trabalhadores, o ambiente informal e a sua política de internacionalização mantendo o 2º lugar no ranking das empresas com mais de 250 colaboradores.

Prémios de produtividade, incentivos à natalidade, seguro de saúde extensível ao agregado familiar, consultas médicas gratuitas nas instalações da empresa são alguns dos benefícios ao dispor de todos os colaboradores ROFF. No que respeita ao equilíbrio entre o desempenho profissional e a vida pessoal e familiar existem medidas concretas como uma política de maternidade e apoio à família que permite aos colaboradores horários flexíveis e a possibilidade de trabalho remoto.

Outros aspetos que diferenciam a ROFF são o elevado número de mulheres que ocupam cargos de direção, a constante oferta de desafios profissionais, tanto em Portugal como no estrangeiro, e a aposta na qualificação e crescimento dos seus quadros que permite à empresa oferecer aos seus clientes um serviço profissional, baseado numa relação de confiança e responsabilidade.

Francisco Febrero, CEO da ROFF, considera que “o reconhecimento externo e a distinção que estes prémios proporcionam só são possíveis quando se trabalha com uma equipa extremamente motivada e unida num objetivo comum. Na ROFF acreditamos que os colaboradores são a nossa maior fonte de valor e que o sucesso da empresa está diretamente ligado ao seu bem-estar, por isso queremos continuar a reconhecer o seu esforço e a manter o orgulho que têm no percurso da empresa”.

A lista das 25 empresas vencedoras é o resultado de um estudo anual elaborado pelo Great Place to Work Institute, que elabora a lista das Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal desde 2000.

Durante o ano de 2012, a ROFF reforçou a sua liderança na implementação de soluções SAP no mercado nacional e continuou a crescer em todos os mercados onde opera, recrutando novos colaboradores e mantendo uma aposta clara no seu processo de internacionalização com a inauguração de novas filiais em São Paulo e Macau. Apesar de continuar a expandir o negócio fora de portas, a ROFF viu crescer o seu volume de negócios no mercado interno que representa 46% da faturação da empresa.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

O backup online é a solução certa para o seu negócio?

As organizações de TI estão cada vez mais a avaliar se o backup online (ou cópia de segurança para a cloud) faz sentido para as respetivas empresas. Manter

Indra fornece solução integrada para empresas nacionais fornecedoras da administração pública espanhola

A multinacional de consultoria Indra, face às alterações das regras de apresentação de faturas eletrónicas à administração pública espanhola, que entram em vigor no início de 2015, vai

A luta contra o cibercrime: 5 casos de sucesso internacional

As fronteiras não existem para os cibercriminosos. E esse desprezo pelos limites leva-os a roubar num país, obter o dinheiro em numerário noutro e finalmente gastá-lo num terceiro. Graças

NOESIS associa-se à rede COTEC

A  NOESIS  é  o  novo  membro  da  comunidade  de  associados  da  COTEC  Portugal  –  Associação Empresarial para a Inovação. Enquanto empresa líder no desenvolvimento de soluções inovadoras para 

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *