17169 0

PT Portugal e Alcatel-Lucent fazem primeira ligação mundial a um terabit por segundo

A PT Portugal e a Alcatel-Lucent protagonizaram uma sessão pioneira a nível mundial, ao garantir a primeira ligação a um terabit por segundo (1Tb/s) sobre uma rede de fibra ótica já existente e numa extensão de mais de 500km. A ligação foi feita sobre um par de fibras óticas já existente na rede de produção da PT Portugal e, de forma a suportar a capacidade de 1Tb/s, recorreu a técnicas de modulação eficiente (enhancement Digital Signal Processing e Coherent Detection), que permite reduzir a latência em 20%,  e às tecnologias Flexgrid (Flexible grid) e Superchannel que introduzem uma maior eficiência espectral, aumentando a capacidade da rede assim como a largura de banda disponível no core da mesma. A ligação foi completada a nível IP com ligações nos Core Router IP/MPLS com interfaces a 100Gb/s.

Este teste está enquadrado numa estratégia de evolução da rede de transporte ótico, pretendendo-se dotar a rede ótica de inteligência e criando uma arquitetura evolutiva de Optical Network as a Service (ONaaS). Os testes realizados colocam a PT Portugal e a Alcatel-Lucent entre os principais players internacionais na área de tecnologia, superando os testes até agora realizados por outras empresas de telecomunicações a nível mundial.

Com esta evolução, é possível no futuro garantir uma gestão mais eficiente dos recursos, assegurar melhorias na qualidade de serviço prestado ao cliente e dar resposta aos desafios do aumento do volume de tráfego, bem como aumentar a agilidade e a programabilidade. Tudo isto, mantendo a mesma infraestrutura física de fibra ótica.

Henrique Gomes, CSO da Alcatel-Lucent Portugal, referiu: “Para a Alcatel-Lucent é fundamental estabelecer esta parceria com a PT em Portugal. Queremos manter a nossa posição na vanguarda da tecnologia no segmento das telecomunicações. Desta forma, nada melhor do que estar ao lado de um dos principais players deste sector a nível europeu, com grandes condições tecnológicas, como é exemplo disso o Datacenter da Covilhã”.

Nesta demonstração, a Portugal Telecom utilizou os equipamentos da Alcatel-Lucent 1830PSS e 7950XRS.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

CIONET, MIT e PBS apresentam resultados do survey e curso executivo de Transformação Digital em Fevereiro

A CIONET com base nos acordos estabelecidos com a PBS e o MIT para o desenvolvimento de insights sobre tendências atuais e futuras do mercado de tecnologias, apoiou

Explorers Festival reúne em Portugal mais de 600 empreendedores e investidores internacionais

O surfista Garrett McNamara, o austronauta da ESA Jean-François Clervoy, e mais de 600 empreendedores e investidores de todo o mundo vão reunir-se em Lisboa, de 1 a

CESCE SI anuncia novas soluções da Hitachi Data Systems

A CESCE SI e a Hitachi Data Systems anunciaram a disponibilização de um vasto e completo portfólio de soluções convergentes de infraestrutura, que combina o melhor da sua

FixeAds lança Faturavirtual para empresas

A FixeAds, detentora dos portais Standvirtual, Coisas, Imovirtual e OLX, acaba de entrar no negócio de software de faturação, com o lançamento da Faturavirtual, uma solução online de

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *