21340 0

Protótipo permite detectar explosivos com elevada eficácia

O consórcio Optix desenvolveu e testou com sucesso um protótipo portátil capaz de detetar quantidades extremamente pequenas de explosivos a uma distância de 20 metros, proporcionando à polícia e às forças de segurança um trunfo inestimável na luta contra atentados bombistas. Nenhuma outra organização ou empresa conseguiu, até à data, atingir resultados semelhantes, o que coloca a indústria europeia numa posição inédita de oferecer tecnologia ao mercado. O consórcio Optix recebeu 2.4 milhões de financiamento da Comissão Europeia e é liderado pela multinacional espanhola de consultoria e tecnologia, Indra.

“A deteção de vestígios de explosivos vai aumentar a segurança em todos os cenários. Não só a segurança será reforçada, como os inconvenientes para os cidadãos serão significativamente reduzidos através do uso de um sistema de deteção de explosivos sem perigos e não-invasivo” explica Alberto Calvo, Security Director na Indra.

O Funcionamento

O Sistema de Deteção Optix utiliza a mais avançada tecnologia ótica. Graças aos lasers que podem identificar, de forma precisa, a estrutura atómica e molecular dos explosivos, o dispositivo consegue identificar, rápida e remotamente, o objeto em questão, seja um carro, uma mala, ou qualquer recipiente opaco, e pegar em vestígios do resíduo. É virtualmente impossível pegar em explosivos e transportá-los sem deixar um rasto: os resíduos aderem à superfície dos objetos que os transportam, assim como às mãos de quem lhes toquem.

Para tornar o sistema portátil, este será integrado numa plataforma com rodas que possibilitará o transporte em qualquer carrinha de tamanho padrão para a área a ser patrulhada. A plataforma poderá mover-se ao longo de um parque de estacionamento ou rua, por exemplo, analisando superfícies onde os vestígios possam estar presentes, como uma roda ou a porta de um veículo. Paralelamente, um polícia poderá controlar a plataforma remotamente, a partir de um portátil de laboratório robustecido, no qual receberá de imediato os resultados obtidos através do sistema de deteção Optix.

Testes positivos e várias aplicações possíveis

O protótipo Optrix já foi testado com sucesso em laboratório e em ambientes externos, simulando situações do dia-a-dia, e em várias condições atmosféricas. Mais estudos estão a ser planeados para aumentar a sensibilidade, precisão e robustez do sistema antes de ser disponibilizado à polícia e às forças de segurança europeias. A comercialização do sistema terá a dupla vantagem de melhorar a segurança dos cidadãos e a competitividade da indústria europeia, tornando o continente menos dependente de tecnologia importada.

Além da sua aplicação no campo de deteção remota de explosivos, a tecnologia laser desenvolvida pelo consórcio Optix revela capacidades interessantes noutros domínios, em especial no campo das investigações forenses.

Para garantir o sucesso do programa, tem sido feito um esforço para envolver ativamente os utilizadores finais e os corpos de segurança especializados na deteção e neutralização de explosivos. Nesse sentido, foram organizadas sessões com especialistas da Guardia Civil (Polícia Nacional Espanhpla), de Mossos D ‘Esquadra (Polícia Catalã), Ertzaintza (Polícia Basca), bem com as forças policiais da Roménia, Polónia e Itália para demonstrar, em primeira mão, a tecnologia e suas possibilidades.

Optix é um dos vários projetos de segurança que recebem apoio da União Europeia através programas de P & D.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Konica Minolta dá reviravolta à gama de Office com lançamento da nova bizhub C3850FS

A multinacional japonesa Konica Minolta acaba de apresentar a nova bizhub C38850FS, que chega para representar a nova geração de equipamentos A4 em termos de caraterísticas e operacionalidade.

TNT Airways substitui documentos de voo em papel por iPads

A TNT Airways, subsidiária da TNT Express para os transportes aéreos, vai eliminar a utilização de documentos de voo em papel nos cockpits dos seus 50 aviões que

Duis suspendisse scelerisque rhoncus interdum

Cursus potenti pede netus risus platea. Duis suspendisse scelerisque rhoncus interdum, pharetra maecenas lorem quis. Rhoncus. Nulla vulputate litora primis, sollicitudin donec auctor sociosqu sociis ligula etiam Lectus

Secretário de Estado da Indústria convida BOLD a integrar grupo de discussão sobre media e entertainment

O Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, convidou a BOLD International a fazer parte de um grupo de discussão sobre Media Content and Entertainment, que será criado

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *