Projeto de investigação permitirá aproveitar energia solar até 2000 vezes

8360
0
Share:

Hoje, no Dia da Terra, os cientistas dos Laboratórios da IBM em Zurique, na Suíça, anunciam uma parceria com outras entidades locais para o desenvolvimento de um sistema fotovoltaico mais acessível e capaz de concentrar em si, em média, o poder de 2000 Sóis, com uma eficiência que permitirá absorver e converter 80% da radiação em energia útil. Este sistema pode ser construído em qualquer lugar do Planeta para oferecer energia sustentável, água potável e ar fresco, a um custo três vezes menor do que os sistemas atuais.

O projeto a três anos terá um custo total de 2.4 milhões de dólares, valor este que foi concedido pela Comissão para a Tecnologia e Inovação, na Suíça, a uma equipa de investigação composta por cientistas da IBM Research, da Airlight Energy (um fornecedor de tecnologia solar), da ETH Zurich (formação na área das energias renováveis) e do Instituto de Micro e Nanotecnologia (MNT) para desenvolver um Sistema de Alta Concentração Fotovoltaica e Térmica (HCPVT) mais económico.

Com base num estudo realizado pela European Solar Thermal Electricity Association (ESTELA) e pela Greenpeace Internacional, seriam necessários apenas 2% da área total do deserto do Saara para fornecer a eletricidade necessária ao mundo inteiro (Concentrating Solar Power: Outlook 2009). No entanto, as tecnologias de energia solar atualmente existentes no mercado são ainda demasiado caras e lentas para o conseguirem.

O protótipo do sistema HCPVT utiliza um grande dispositivo parabólico, composto por múltiplos espelhos, que consegue posicionar-se mediante o melhor ângulo de acordo com a posição do sol. Uma vez alinhado, os raios do sol refletem nos espelhos para vários recetores, conseguindo converter 200-250 watts de energia, em média, ao longo de um dia típico de oito horas numa região que habitualmente recebe Sol.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário