36472 0

Prod Smart vence desafio da Microsoft Portugal e Embaixada dos EUA e conquista lugar no Web Summit

A Prod Smart, startup que pretende medir o pulso às empresas através da análise em tempo real da sua produção foi a grande vencedora do desafio Startup Challenge lançado pela Microsoft Portugal, juntamente com a Embaixada dos Estados Unidos. O prémio é o acesso a um espaço para showcase no stand da Microsoft no Web Summit, onde também poderá contactar possíveis investidores. Terá ainda acesso a um ano de residência no acelerador Canopy City em Boston, apoio legal para criar uma entidade nos Estados Unidos, entre outros benefícios para melhor desenvolver o seu negócio.

A Prod Smart distinguiu-se entre as oito finalistas da competição de startups baseadas em Portugal, destacou-se pelo modelo e inovação do seu negócio, e também pela forma como conduziu o seu pitch e respondeu às questões de um júri. Incubada na Startup Lisboa, a Prod Smart pretende aumentar a produtividade das empresas e ajudá-las a reduzir desperdícios, a cumprir todos os requisitos legais da rastreabilidade, ultrapassem atrasos na produção e a registem sem qualquer folha de papel.

Para Jason Nadal, diretor da área de Desenvolvimento e Empreendedorismo na Microsoft Portugal, “foi gratificante desenvolver este desafio, não só porque pudemos contar com a participação de startups inovadoras e com potencial de negócio, mas porque nos deu a oportunidade de continuar a apoiar o desenvolvimento do ecossistema português de startups. A startup vencedora destacou-se pelo conceito, visão e maturidade do negócio apresentados, que acreditamos ser fundamentais para o seu sucesso tanto no mercado nacional como no internacional”.

Na corrida a este prémio estavam as outras sete finalistas do Startup Challenge, como a Peta Pilot, Line Health, Eat Tasty, Xhockware, Defined Crowd, Pro Drone e Top Dox.

Para além do pitch final do Startup Challenge, a Microsoft Portugal realizou também, no âmbito do programa Journey to the Web Summit, o Seminar & Startup Challenge Final Pitch, um conjunto de sessões dirigidas às startups e para fomentar o crescimento dos seus negócios, com a presença de Robert Sherman, Embaixador dos EUA.

Com este desafio a Microsoft Portugal reforça o Ativar Portugal Startups, um programa que apoia a criação e o crescimento de startups de base tecnológica com elevado impacto e potencial de escala a nível mundial, com o objective de posicionar Portugal no centro da Europa na área do empreendedorismo.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Nestlé procura startups e empreendedores fora da caixa

A Nestlé Portugal e a Nova School of Business and Economics continuam em fase de candidaturas para o Programa de Inovação e Empreendedorismo Nestlé Fora da Casca, através

Pixels Camp: Feedzai quer tornar a tecnologia mais inclusiva

A startup Feedzai é uma das participantes da edição deste ano do Pixels Camp, um evento anual de programação e tecnologia que decorre entre os dias 28 e

Seqr apresenta-se ao ecossistema empreendedor e lidera a transformação digital

A empresa apresentou no Web Summit uma acção de activação para promover os novos métodos de pagamento e a sua influência no nosso dia-a-dia. A par deste objectivo,

Melhor startup do mundo saída de um MBA é portuguesa

A melhor startup do mundo, saída de um MBA, é portuguesa e foi fundada por dois alumni do The Lisbon MBA, Luís Martins e Kiruba Eswaran. A Zaask

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *