48403 0

Prod Smart vence desafio da Microsoft Portugal e Embaixada dos EUA e conquista lugar no Web Summit

A Prod Smart, startup que pretende medir o pulso às empresas através da análise em tempo real da sua produção foi a grande vencedora do desafio Startup Challenge lançado pela Microsoft Portugal, juntamente com a Embaixada dos Estados Unidos. O prémio é o acesso a um espaço para showcase no stand da Microsoft no Web Summit, onde também poderá contactar possíveis investidores. Terá ainda acesso a um ano de residência no acelerador Canopy City em Boston, apoio legal para criar uma entidade nos Estados Unidos, entre outros benefícios para melhor desenvolver o seu negócio.

A Prod Smart distinguiu-se entre as oito finalistas da competição de startups baseadas em Portugal, destacou-se pelo modelo e inovação do seu negócio, e também pela forma como conduziu o seu pitch e respondeu às questões de um júri. Incubada na Startup Lisboa, a Prod Smart pretende aumentar a produtividade das empresas e ajudá-las a reduzir desperdícios, a cumprir todos os requisitos legais da rastreabilidade, ultrapassem atrasos na produção e a registem sem qualquer folha de papel.

Para Jason Nadal, diretor da área de Desenvolvimento e Empreendedorismo na Microsoft Portugal, “foi gratificante desenvolver este desafio, não só porque pudemos contar com a participação de startups inovadoras e com potencial de negócio, mas porque nos deu a oportunidade de continuar a apoiar o desenvolvimento do ecossistema português de startups. A startup vencedora destacou-se pelo conceito, visão e maturidade do negócio apresentados, que acreditamos ser fundamentais para o seu sucesso tanto no mercado nacional como no internacional”.

Na corrida a este prémio estavam as outras sete finalistas do Startup Challenge, como a Peta Pilot, Line Health, Eat Tasty, Xhockware, Defined Crowd, Pro Drone e Top Dox.

Para além do pitch final do Startup Challenge, a Microsoft Portugal realizou também, no âmbito do programa Journey to the Web Summit, o Seminar & Startup Challenge Final Pitch, um conjunto de sessões dirigidas às startups e para fomentar o crescimento dos seus negócios, com a presença de Robert Sherman, Embaixador dos EUA.

Com este desafio a Microsoft Portugal reforça o Ativar Portugal Startups, um programa que apoia a criação e o crescimento de startups de base tecnológica com elevado impacto e potencial de escala a nível mundial, com o objective de posicionar Portugal no centro da Europa na área do empreendedorismo.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

PRIMAVERA e Microsoft Portugal juntas na transformação digital das empresas

A PRIMAVERA BSS acaba de estabelecer uma parceria com a Microsoft Portugal que visa disponibilizar um serviço global e chave na mão às empresas, que inclui infraestruturas informáticas

Tecnologia portuguesa gera interesse na exploração espacial

A tecnologia com selo nacional parece não ter limites. A prová-lo está a mais recente inovação desenvolvida por Carlos Ribeiro – investigador do Instituto de Telecomunicações (IT). Trata-se

Altitude Promove Dia Aberto Sobre Crescimento na Era Digital

As start-ups e pequenas e médias empresas portuguesas estão a sentir o impacto da transformação digital da sociedade. 70% da população portuguesa utiliza já a internet e, em

Levoo: Startup cria Kiosks self-service em centros comerciais

A Levoo é uma startup portuguesa que pretende revolucionar a experiência de restauração nos centros comerciais e eliminar as filas de espera. Para o efeito criou os primeiros

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *