PrimeIT abre escritorio em Madrid e no Porto

15400
0
Share:

A PrimeIT acaba de anunciar a abertura de um escritório em Madrid. A PrimeIT Madrid deverá estar a funcionar em pleno até final do ano, sendo que decorre, nesta altura, o processo de recrutamento e de detalhes logísticos.

A estratégia da PrimeIT passa, à semelhança do que aconteceu nos outros países onde a empresa está presente, por crescer de forma gradual, começando com uma equipa pioneira mais pequena, que irá crescendo consoante as necessidades do mercado.

Para este efeito, a PrimeIT está a recrutar Business Managers experientes na área, dinâmicos, determinados e apaixonados por novos desafios. As candidaturas estão abertas no recém-lançado website da empresa, em www.primeit.pt, havendo lugar, numa primeira fase, a um período de formação intensiva na sede da PrimeIT em Lisboa, seguindo-se o início do trabalho, já em Madrid.

A PrimeIT tem crescido de maneira orgânica, com uma expansão gradual para algumas das principais cidades europeias. «Depois de Paris, Lyon e Londres, Madrid tornou-se a opção mais natural para nós, pois Espanha é um país vizinho, com muitas semelhanças culturais e com um elevado potencial nesta área», conta Gonçalo Mousinho, International Executive Director da PrimeIT.

«Paralelamente, a PrimeIT cresceu muito nos últimos anos e é, neste momento, uma empresa madura, com 9 anos de experiência no mercado de IT e Telecom, com equipas estáveis e um know-how acumulado que nos permitiu abrir com sucesso os nossos escritórios internacionais», revela o responsável da PrimeIT.

Os objetivos para o mercado espanhol são, à imagem do que acontece noutros países, bastante ambiciosos, explica Gonçalo Mousinho: «Estamos muito confiantes e as expetativas são grandes. Estamos focados em tornar a PrimeIT numa referência no setor de IT & Telecom em Espanha».

A consultora tecnológica portuguesa tem já alguns projetos em vista, estando a recrutar pessoas em full-time para o escritório de Madrid para concretizá-los. O objetivo fixo de faturação para o primeiro ano é de 1,5 milhões de euros.

«Espanha tem, neste momento, um potencial de crescimento económico muito promissor e com necessidades reais de engenharia», destaca Gonçalo Mousinho. «Tem sido, nos últimos anos, um destino de investimento para as maiores multinacionais e tem respondido com um nível de qualidade e competitividade que se tornou uma referência de eficiência para o mercado», acrescenta.

«Há de facto espaço para uma empresa como a PrimeIT, pronta para dar uma resposta rápida e de qualidade», diz ainda Gonçalo Mousinho.

A aposta da PrimeIT na internacionalização já representa 20% da faturação e as perspetivas são que atinja os 40% nos próximos dois anos. «Tem sido um investimento muito positivo, com um retorno em linha com o esperado», desvenda Gonçalo Mousinho. «O escritório de Paris, o primeiro a nível internacional, foi aberto há quatro anos com uma única pessoa e, hoje, contamos com uma equipa de mais de 100 pessoas».

Refira-se que a aposta da PrimeIT em mercados externos é paralela a uma expansão a nível nacional. Embora tenha nascido em Lisboa, a empresa tem atualmente projetos e equipas espalhadas por todo o país, com um núcleo muito grande localizado na região norte.

«Para dar resposta às necessidades do mercado e apoiar as nossas equipas, tornou-se incontornável a abertura de um novo escritório, por isso, ainda este mês, vamos abrir o nosso segundo escritório nacional, no Porto», revela Gonçalo Mousinho.

Atualmente, a PrimeIT tem uma equipa global de 560 profissionais, mais de 120 clientes ativos e projetos em mais de 50 cidades no mundo.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário