Presidente da República preside Cerimónia dos 25 anos do Prémio Científico IBM

22440
0
Share:

Sua Excelência o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, presidiu hoje, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, à Cerimónia dos 25 Anos do Prémio Científico IBM.

“Será desejável e expectável que a atividade e a produção de conhecimento da comunidade científica venham a ter uma presença cada vez maior no nosso tecido empresarial, com benefícios para a criação de riqueza e de emprego”, afirmou Sua Excelência o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

“De há muito que sublinho a importância do compromisso das empresas com o emprego qualificado, com a educação e com a formação, pilares fundamentais para uma sociedade mais próspera, equitativa e coesa. É inquestionável o contributo da IBM para o desenvolvimento do sistema científico e tecnológico nacional, nomeadamente no domínio do cálculo científico”, sustentou ainda.

“O dia de hoje regista um marco que nos enche de um imenso orgulho – são 25 anos de um prémio que prima pela credibilidade, pela qualidade do seu júri, dos premiados e dos trabalhos a concurso, por se tratar de um prémio inédito em toda a IBM, muito acarinhado por todos nós e pela sociedade científica portuguesa e também pela perenidade que encerra”, sublinhou o Presidente da IBM Portugal, António Raposo de Lima.

O galardão instituído pela IBM Portugal há já um quarto de século, no valor de 15 mil euros, procura distinguir o contributo de trabalhos de investigação na área das Ciências da Computação e das Tecnologias da Informação no país, e apelar ao desenvolvimento de soluções inovadoras que procurem responder aos desafios das nossas sociedades e, de alguma forma, contribuir para um mundo melhor.

No decorrer da cerimónia, que contou com a participação da Ministra da Educação e Ciência, Margarida Mano, da Presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, e do Presidente do Júri do Prémio Científico IBM, Carlos Salema, o Presidente da República felicitou o vencedor de 2014, o investigador Ricardo Silveira Cabral, doutorado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pelo programa conjunto entre o IST e a Carnegie Mellon University (CMU), pelo seu trabalho no âmbito da computação cognitiva e da visão computacional.

“É uma honra receber este prémio, que ao longo destes 25 anos tem vindo a ser considerado carinhosamente como os óscares científicos em Portugal. É uma fonte de orgulho ter o nosso trabalho a figurar junto dos projetos premiados, de cientistas com impacto mundial que admiro e respeito”, agradeceu Ricardo Silveira Cabral.

Do projeto “Unificação de modelos low-rank para problemas de aprendizagem visual”, na área da computação cognitiva, anteveem-se já possíveis aplicações. A tese de doutoramento de Ricardo da Silveira Cabral visa dar mais um passo na área da visão computacional, ao pretender levar os computadores a ver como os Humanos.

“O trabalho que premiámos hoje está alinhado com a nova visão estratégica da IBM, a da Era Cognitiva, cujo expoente máximo é o IBM Watson, um sistema desenhado para compreender, analisar e aprender, ou seja para ‘pensar’ e que vai aumentar o âmbito do possível”, concluiu ainda o Presidente da IBM Portugal, António Raposo de Lima.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário