Portugueses entre os que mais compram equipamentos informáticos

8360
0
Share:

 O Observador Cetelem 2012 revela que o mercado da informática de consumo mantém as intenções de compra nos 12% (tal como em 2011). A análise revela ainda que os portugueses ocupam o segundo lugar do pódio das famílias com rendimentos equivalentes que mais gastaram em informática em 2011. O primeiro lugar é ocupado pela França e o terceiro pela Espanha.

Mesmo com as intenções de compra em queda, Portugal conseguiu manter-se no pódio dos países com maior consumo de bens informáticos em 2011, quando comparadas famílias com rendimentos equivalentes. Este segundo lugar representa uma subida em relação a 2010, ano em que se encontrava na terceira posição.

O mercado da informática de consumo, considerado um dos mais dinâmicos dos últimos anos em Portugal, tem sido um mercado que todos os anos cresce. De 2009 para 2010 teve uma subida de 2,4%. Porém, de 2010 para 2011 apresenta uma descida de 1,8%, prevista aliás na edição anterior do Barómetro Europeu do Observador Cetelem.

Relativamente às intenções de compra, Portugal é um dos países onde estas se mantêm idênticas ao ano transato (12%), sendo o único país dos analisados que não tem intenções de reduzir o consumo de bens informáticos.

Para as análises e previsões deste estudo foram inquiridas amostras representativas das populações nacionais (18 anos e superior) de doze países: Alemanha, Espanha, França, Hungria, Itália, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Reino Unido, Rússia e Eslováquia – mais de 6.500 Europeus inquiridos a partir de amostras com pelo menos 500 indivíduos por país. Os inquéritos foram realizados em parceria com o gabinete de estudos e consultoria BIPE, com base num inquérito barométrico conduzido no terreno em Novembro/Dezembro de 2011, pela TNS Sofres.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário