Connect with us

Leak Business

PMEs portuguesas já recorrem ao trabalho remoto e reconhecem impacto da tecnologia no negócio e na flexibilidade laboral

Patricia Fonseca

Publicado a

A tecnologia é fundamental para tornar o trabalho mais flexível e com melhores resultados, mesmo sem ir ao local de trabalho. Esta é já uma realidade em muitas das Pequenas e Médias Empresas (PMEs) em Portugal, que apostaram na tecnologia para modernizarem o seu negócio e garantirem condições de trabalho mais flexíveis aos seus empregados, sempre com os máximos resultados à vista. Estas são as principais conclusões de um estudo desenvolvido pela consultora britânica de estudos de mercado Ipsos Mori para a Microsoft, em 20 países europeus, incluindo Portugal. De acordo com este estudo, mais de metade dos empregados de PMEs em Portugal (52%) defendem que a tecnologia permite maior flexibilidade e mais de um terço afirmam mesmo que não é necessário estar no escritório para realizar – bem – as suas tarefas. Ou seja, têm tudo para serem mais produtivos, fazerem crescer os seus negócios e melhorarem a relação entre vida profissional e pessoal.

Este cenário faz-se sentir em especial nas empresas mais pequenas (em 61% das empresas com 10 a 49 colaboradores) e no setor dos serviços (64%). Regra geral, o trabalho à distância é feito a partir de casa através de um computador com uma conexão remota a um desktop, através da transferência de ficheiros por email ou então de serviços baseados na Cloud (52%), a solução preferida dos mais jovens (63% com idade entre os 18-34) e sobretudo dos homens (59%). Nas microempresas, o problema da distância resolve-se com o envio de ficheiros por email (67%).

 Informação segura e sempre acessível

A segurança e a acessibilidade da informação são as principais preocupações de quem trabalha nas PMEs portuguesas, revela o mesmo estudo. Cerca de 88% diz que a informação deve estar protegida, seja qual for a forma de acesso, e 85% afirma que deve estar sempre acessível (em especial os profissionais mais experientes, entre os 35 e os 44 anos).

Apesar da segurança ser uma preocupação, 73% sabe que esse requisito está cumprido, independentemente do local e do modo como é acedida. Metade dos inquiridos afirma que acede a ficheiros de trabalho através do smartphone, tablet ou computador, conectado a um serviço Cloud.

A maioria dos colaboradores das PMEs diz que sua empresa tem já uma política de uso de dispositivo particular no contexto da empresa (bring-your-own device), (67%), em especial as empresas de serviços, e na área da banca e dos seguros (59%), sendo os PCs e os laptops os dispositivos mais utilizados. Ainda assim, muitos usam o smartphone e/ou o PC pessoal para fins profissionais. Destes, 92% revela que a empresa conhece o modo como os colaboradores acedem a informação profissional.

PMEs portuguesas com atitude positiva em relação às novas tecnologias

Satisfeitos com o modo como a tecnologia mudou o seu modo de trabalhar, muitos consideram que a tecnologia também os fez evoluir enquanto profissionais: 78% reconhece que a tecnologia contribui para o desenvolvimento das suas competências, capacidade de inovação (76%), motivação no trabalho (73%) e a cooperação entre equipas (72%). Mas grande parte dos colaboradores reconhece a importância da formação facultada pelas empresas (44% tem formação em novas tecnologias no local de trabalho e 30% admite trabalhar com novas tecnologias sem qualquer formação).

Além de um melhor equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, a tecnologia também ajuda na relação com os clientes, defendem os inquiridos neste estudo. A maioria acredita que a tecnologia ajuda a construir relações mais fortes com os clientes (71%), a conhecer e a ir ao encontro das suas necessidades (81%) e até a identificar e explorar novas oportunidades de negócio (76%). Mas a tecnologia também é fundamental para melhorar a comunicação com os clientes (defendem 63%) e também no contacto com parceiros internacionais (53%).

 Exploração de novos modelos de negócio e mercados

Em relação ao futuro, os colaboradores das PMEs estão otimistas. Mais de 40% acreditam que a sua empresa irá procurar oportunidades além-fronteiras, com a finalidade de encontrar novos clientes. Este é o principal desafio externo que estas empresas enfrentam, em especial as microempresas (63%) comparativamente às empresas de média dimensão (52%).

57% colaboradores refere como inovação “melhorar eficiências de negócio para reduzir custos e aumentar o lucro”, “alterar processos internos para aumentar a eficiência operacional” (55%), e “melhorar a forma de contactar e interagir com os clientes” (51%).

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias1 semana atrás

Startup cria solução de aluguer de material de campismo exclusiva para o Vodafone Paredes de Coura

O Vodafone Paredes de Coura recebe cerca de 16 mil campistas, que se instalam durante vários dias nas margens do...

Notícias2 semanas atrás

OutSystems: Boston e Amesterdão recebem as próximas edições das conferências NextStep 2018

A OutSystems anuncia os keynote speakers para as conferências NextStep 2018. Este ano, as conferências anuais da tecnológica portuguesa centradas no...

Passaporte2 semanas atrás

Rita Carmo Ferreira nova Country Manager da Stago Portugal

Rita Carmo Ferreira é a nova Country Manager da Stago Portugal, companhia líder em soluções de diagnóstico na área da...

Notícias2 semanas atrás

Syone é reconhecida como ‘Newcomer Partner of the Year’ no evento anual Microsoft Inspire

Alguns meses depois do seu reconhecimento como Microsoft Gold Partner, a Syone – vê reconhecida a sua aposta em soluções...

Notícias3 semanas atrás

Serviço de Polícia Metropolitana do Reino Unido seleciona a Northgate Public Services como parceiro para transformação digital MiPS

A NEC Corporation e a Northgate Public Services, uma subsidiária integralmente detida pela NEC, anunciaram que a NPS irá fornecer...

Notícias3 semanas atrás

Fingrid Datahub Oy escolhe CGI para desenvolver e executar core datahub para troca de informações de eletricidade

A CGI foi escolhida para projetar, construir e suportar um sistema de próxima geração de troca de informações de eletricidade...

Notícias3 semanas atrás

INSIGHTS 2018 traz a Lisboa especialistas e exemplos do que melhor se faz no mundo em Data Science e Inteligência Artificial

A Data Science Portuguese Association (DSPA) vai organizar, nos dias 6 e 7 de setembro, a conferência internacional INSIGHTS 2018....

Notícias3 semanas atrás

Vodafone Portugal apresenta resultados do primeiro trimestre

De abril a junho, primeiro trimestre do ano fiscal 2018-2019, a Vodafone Portugal prossegue a trajetória de crescimento das Receitas...