PHC Software é a tecnológica mais feliz

14080
0
Share:

Na sexta edição anual do estudo Happiness Works, a PHC Software foi distinguida como a empresa tecnológica mais feliz em Portugal, sendo a única representante do setor nas dez mais felizes.

Esta iniciativa visa distinguir as empresas que conseguem uma maior satisfação dos colaboradores com as suas lideranças. E, no contexto de uma participação recorde de mais de quatro mil respostas de 150 empresas, cujos resultados apontam para uma maior confiança global dos profissionais nacionais no futuro, o resultado obtido é ainda mais importante, por ser o melhor testemunho da aposta nas pessoas e no sucesso das equipas que é o ADN da PHC.

“Esta distinção enche de orgulho toda a PHC. Tem um sabor especial porque é o reconhecimento do investimento que fazemos na atitude para a felicidade, com uma cultura organizacional profissionalizada e que permite que todos os PHC sejam realizados a fazer o seu trabalho”, afirma o CEO da PHC Software, Ricardo Parreira. “É ainda motivo de especial satisfação sermos a primeira empresa de tecnologia, e a única a constar do ranking, o que nos motiva ainda mais para continuarmos a fazer da PHC uma empresa espetacular para trabalhar”.

O trabalho é um dos fatores que mais influencia o nível de felicidade das pessoas e os estudos desenvolvidos no âmbito da felicidade nas organizações mostram que os colaboradores felizes são mais produtivos, mais assíduos, desenvolvem melhor as suas tarefas e são mais comprometidos com a empresa. Por esta razão, a PHC Software continuará a reforçar os seus esforços para continuar a aumentar a felicidade dos seus colaboradores.

O estudo Happiness Works é resultado de uma parceria entre Georg Dütschke, investigador da
Universidade Atlântica, e a consultora Lukkap Portugal, sendo publicado anualmente pela revista Exame.

O ranking deste ano distinguiu, pela seguinte ordem, a Hilti Portugal, PHC Software, Omega Pharma Portugal, grupo Your, Solfut, Real vida Seguros, Mendes Gonçalves, F. Fonseca, Novo Oculista de Loures e, por último, a Selmatron.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário