21340 0

OutSystems lidera inovação em low-code com o lançamento do visual debugger

A OutSystems lança o primeiro visual debugger em low-code. Com este novo feature, a OutSystems pretende proporcionar uma melhor experiência para a resolução de problemas de código, quer seja executado do lado do servidor quer do dispositivo móvel.

As plataformas de desenvolvimento low-code ajudam a inovar e a impulsionar a transformação digital, permitindo que as equipas disponibilizem soluções a uma velocidade dez vezes superior que com o código tradicional. Uma componente crítica do portefólio digital de uma organização é a criação de novas experiências mobile que tirem partido dos mais recentes recursos do dispositivo, em paralelo com a lógica de negócio complexa e o suporte para padrões de sincronização de dados offline. No entanto, o atual estado de arte de debugging  dessas aplicações móveis sofisticadas é tudo menos low-code.

As atuais boas práticas para debugging de aplicações móveis, mesmo as construídas com uma plataforma de low-code, envolvem um conjunto de instalações de plug-ins e scripts complicados. Se forem executados corretamente, o developer deverá efetuar o debug da aplicação que corre no dispositivo através do código com ferramentas complexas. Em norma, este processo está além das capacidades de um developer comum.

De acordo com o Quadrante Mágico da Gartner para Plataformas de Desenvolvimento em Aplicações Móveis (MADP), Junho de 2017, a Gartner prevê “o crescimento positivo do mercado MADP  para uma taxa de cerca de 18% em 2017, mostrando uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de  15% a 17%, no período 2018-2021”.A Gartner refere também que,”cada vez mais, as MADPs estão a adicionar o suporte para wearables, chatbots, assistentes pessoais virtuais e terminais de conversação UI através dos mesmos serviços e APIs com que criam e orquestram as aplicações móveis e web”.

Essas capacidades enriquecem a experiência do utilizador, mas criam uma maior complexidade para o developer. Ao facultar uma experiência low-code consistente, independentemente de estar a realizar o debugging de código do lado do servidor, ou numa aplicação móvel complexa com padrões de sincronização de dados offline e integração nativa do dispositivo, a OutSystems resolve dois grandes desafios. Em primeiro lugar, o mesmo conjunto de capacidades low-code pode ser utilizado para criar e solucionar problemas em qualquer tipo de aplicação, facultando às equipas mais opções de recursos para os projetos. Em segundo lugar, com o low-code, os tempos de transferência de conhecimento diminuem significativamente, reduzindo o risco de iniciativas críticas de dispositivos móveis.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Lisboa recebe semifinal internacional de concurso de empreendedorismo

A everis anuncia a abertura de candidaturas para a sétima edição do Open Innovation Contest, concurso internacional de empreendedorismo que virá pela primeira vez a Lisboa, com uma

Sendys Group leva solução cloud para Moçambique

O ‘Sendys Goup’apresenta em Moçambique o ‘Masterway’, software de gestão assente na nuvem. Uma novidade levada pela tecnológica portuguesa à Feira Internacional de Maputo (FACIM), num momento em

IT People Group abre novo escritório no Perú

O IT People Group está a apostar num processo de expansão internacional, com a inauguração de um novo escritório no Perú. NextReality, a empresa do Grupo especializada no

GSK lidera ranking da Transparência “Alltrials”

A GSK entrou recentemente para o grupo restrito das “Alltrials”, um ranking que avalia, compara e classifica as políticas de transparência das empresas farmacêuticas relativamente à divulgação dos

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *