Os cinco Mitos sobre a Cloud no âmbito dos Recursos Humanos

6512
0
Share:

São cada vez mais os especialistas que concordam com os múltiplos benefícios e vantagens das soluções Cloud para o êxito de qualquer modelo de negócio. No último encontro do Conselho Europeu, o Cloud Computing foi descrito como uma “tecnologia estratégica que aumenta a produtividade e melhora os serviços”. Também no seguimento deste tema, a Agenda Digital para 2020 da União Europeia contempla um plano para a adoção da nuvem em todos os sectores da economia.

No âmbito dos recursos humanos, o Cloud Computing converteu-se no maior aliado dos profissionais deste sector, dotando-os da tecnologia mais inovadora para fazer frente aos novos desafios que enfrentam. No entanto, e no momento de se massificar a sua adoção, surgem certas dúvidas fundamentadas em “falsos mitos” que não correspondem à realidade e aos quais a Meta4 oferece resposta:

Mito 1: “Falta de Segurança”. Esta é uma das principais preocupações associadas ao Cloud Computig. Na verdade, uma solução de recursos humanos na nuvem possuí os mesmos índices de segurança que o software trabalhado internamente. O provedor do serviço deve garantir o cumprimentos de todos os protocolos de segurança e legislação, mediante acordos de nível de serviço. Deve, igualmente, realizar auditorias periódicas independentes e assegurar o cumprimentos dos standarts e certificações.

Mito 2: “Baixa qualidade do serviço”. Graças aos acordos de nível de serviço (SLA), a exigência que um departamento de recursos humanos pretende de uma solução Cloud tem tendência a ser muito mais elevada que nas soluções internas. Apontamos como exemplo a necessidade de maior garantia de disponibilidade dos serviços 24×7 e os tempos de resposta mais curtos perante as incidências. Os técnicos de recursos humanos obtêm uma maior autonomia em relação à área de TI na sua organização, o que se traduz numa maior rapidez na implementação e fecho dos seus projetos.

Mito 3: “Escassa funcionalidade”. Numa plataforma Cloud alojam-se múltiplas instituições que partilham diversos elementos comuns de infraestrutura, comunicações e funcionalidades. Deste modo, as empresas beneficiam das melhorias contínuas realizadas na plataforma e das “melhores práticas” do mercado. No caso de alterações legislativas, estas características pressupõem vantagens ainda mais elevadas para os clientes.

Mito 4: “Custos elevados”. Uma das grandes vantagens das soluções Cloud é a considerável redução de custos que lhe estão associados. Comparativamente com o software instalado internamente, a modalidade de “pagamento por utilização”, própria de uma solução Cloud, permite transformar os gastos fixos em variáveis e planificar cada custo relacionado com a infraestrutura tecnológica na área de recursos humanos.

Mito 5: “Projetos muito longos”. O tempo de implementação de uma solução Cloud é muito mais reduzido que o necessário para outro tipo de produtos, podendo chegar a alcançar-se uma redução de entre 60% a 70% de tempo, face ao que é necessário para uma solução in-house.


Share:

Deixe o seu comentário