Opinião Mind Source: Green ITs

19096
0
Share:

Nos dias de hoje a maioria dos cientistas não tem dúvidas de que as alterações climatéricas são causadas pela emissão de gases de estufa para a atmosfera, emissões essas fruto da intervenção humana. O gás de estufa mais comum é o dióxido de carbono (CO2), que é emitido como resultado do consumo de combustíveis fósseis no setor energético. Todos os setores da sociedade requerem energia para realizar as suas atividades, contribuindo, desta forma, para a alteração do clima.

Um dos efeitos das alterações climatéricas é o aquecimento global, que causa o desaparecimento dos glaciares, a subida do nível do mar, cheias, secas e o aumento da frequência de situações de temperatura extrema. Todos sabemos que estes efeitos irão tornar a vida no planeta muito mais difícil, afetando severamente as zonas mais pobres e aumentando a desigualdade social já existente.

A nível global, as empresas de Tecnologias de Informação (TI) são responsáveis por 2% das emissões de gases de estufa no planeta. Os restantes 98% são vistos como uma oportunidade para as TI’s poderem participar na resolução deste problema – esta oportunidade tem a designação de Green IT. As empresas do setor tecnológico poderão ter o potencial de reduzir as emissões de outros setores da economia, otimizando recursos e poupando energia. A curto prazo essa pode ser a diferença para uma empresa de sucesso, além da enorme oportunidade de negócio que daí deverá provir. No entanto, que fique claro que, apesar de serem responsáveis por apenas 2% das emissões, podem tornar-se ainda mais ecológicas se se focarem na eficiência energética e em melhores materiais e tecnologias.

  • O conceito de Green IT consiste em dois blocos (óbvios) – “Green” e “Information Technology”.
  • O “Green” refere-se à aplicação ambientalmente sustentável das TI’s.
  • Tradicionalmente, as discussões sobre Green IT estavam focadas em como fazer a tecnologia em si mais ecológica, por exemplo, reduzindo o consumo de energia. Greening IT é obviamente baseado na aplicação do Green IT mas não acaba na aplicação de tecnologias amigas do ambiente, é um processo amplo que se espalha a toda a sociedade.

Então, como melhorar a eficiência energética numa empresa de TI?

– Definindo o default das impressoras para double-sided printing;
– Mantendo um Sistema HVAC eficiente;
– Usando cartuchos de impressão reutilizados;
– Obtendo servidores e monitores com a qualificação ENERGY STAR;
– Usando energia solar para os carregadores de telemóvel;
– Trocando monitores CRTs por LCDS;
– Investindo em portáteis em vez de desktops;
– Desligando servidores que não estejam a ser usados;
– Não utilizando screensavers;
– Usando as tecnologias de virtualização e cloud computing;
– Apoiando a prática de trabalho remoto (telecommuting);
– Tendo em atenção a compra de telemóveis e PDAs eco-friendly;
– Organizando bem o ciclo de vida do hardware;
– Reduzindo o número de periféricos no escritório ou comprando all-in-one’s;
– Obtendo uma certificação ambiental.

O que necessitamos são soluções de TI que providenciem low carbon feedback, evitando as que apenas contribuem para reduções a curto prazo e investimentos insustentáveis que apenas irão tornar as reduções necessárias mais difíceis.

Devemos estar interessados em soluções que têm um impacto positivo nas emissões de CO2, no entanto, não devemos apenas contribuir para solucionar o problema, mas também para a causa das alterações ambientais.


Share:
Henrique Mendes

Deixe o seu comentário