Nuno Miller é um dos 3 vencedores do 2014 European CIO of the Year

10736
0
Share:

A CIONET anunciou hoje os vencedores do prémio 2014 European Chief Information Officer (CIO) of the Year, durante o CIO CITY’14, um evento de dois dias que teve lugar em Mechelen, Bélgica.

Entregues pelo Vice-Presidente da Comissão Europeia Maroš Šefčovič, as distinções reconhecem o sucesso dos CIOs que aumentaram a competitividade das suas organizações pelo uso das tecnologias de informação e comunicação na criação de valor de negócio.

Pela terceira vez consecutiva, um comité de especialistas selecionou os três vencedores de um leque finalistas, identificados pelos diferentes países em que a rede se encontra. Os juízes selecionaram o top 3 nas seguintes categorias, cada uma representando o tipo de valor de negócio criado com a colaboração do CIO: orientação para Tecnologia, orientação para Processos de Negócio e orientação para Cliente.

Os vencedores foram os seguintes:

  • CIO orientado para Tecnologia: Nuno Miller, anterior Chief Information Officer da Farfetch (Portugal), empresa onde implementou os projetos que lhe valeram a nomeação, e atualmente CEO e CTE da Videdressing;
  • CIO orientado para Processos de Negócio: Jeroen Tas, anterior Chief Information Officer da Philips (Países Baixos), e atualmente CEO Informatics, Solutions and Services da Philips Healthcare;
  • CIO orientado para Cliente: Federico Florez, Chief Information and Innovation Officer na Ferrovial (Espanha).

Nuno Miller havia sido anunciado como vencedor da categoria Tecnologia durante o CIO DAY’14, evento que teve lugar em Fevereiro, em Lisboa. Nesta condição foi apresentado e selecionado como finalista para o 2014 European CIO of the Year. Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, diz que “é com muito orgulho que vemos o prémio ser entregue a Nuno Miller. Creio que é um reforço das competências, quer de gestão e liderança, quer tecnológicas, dos portugueses. Devemos ficar orgulhosos do trabalho que aqui se faz. Deixo os meus parabéns a Nuno Miller mas também a Alexandre Ramos e Rui Gomes, os finalistas portugueses desta edição do European CIO of the Year.

Entre os critérios de seleção encontramos a avaliação da forma como o CIO adaptou a estratégia de IT às necessidades do negócio; e quão bem-sucedido foi o CIO na implementação de equipas de TICs para dar resposta às necessidades de negócios e gerir eficazmente as prioridades de negócios. Os três vencedores foram selecionados com base nos seus próprios resultados e nos resultados das suas equipas.

“É impressionante notar o crescente impacto destes CIOs nos negócios,” afirma Frederic De Meyer, Program Director da CIONET Internacional. “Alguns dos candidatos já passaram por cargos de liderança em áreas não-IT das suas organizações, sinal de quão importante a tecnologia se está a revelar em todos os aspetos do negócio. Praticamente todos os candidatos deste ano implementaram programas para aproximar as equipas do IT das pessoas do negócio, por exemplo, colocando a sua equipa a trabalhar fisicamente ao lado de uma pessoa de negócio por alguns dias ao ano.”

“Para ser inovador e competitivo na economia global e digital de hoje, as organizações têm pouca escolha além de investir em tecnologias de informação e comunicação,” afirma Nils Olaya Fonstad, Associate Director do INSEAD, “No entanto, sem a devida competência e liderança para utilizar essas tecnologias de forma eficaz, as empresas estão em risco significativo de perder os investimentos feitos e perder oportunidades-chave para o crescimento e a competitividade. Dos dezoito CIOs que analisámos no processo, todos se distinguiram de várias forma no contributo para a competitividade da sua organização.”


Share:

Deixe o seu comentário