Intel Lidera Nova Era de Experiência de Computação e Inteligência em Toda a Parte

8096
0
Share:

A Intel Corporation anunciou hoje o leque de produtos e de soluções desenhado para oferecer novas experiências de utilização, ao mesmo tempo que suportam a expansão do sistema de computação para novas áreas. Na sessão de abertura da Computex 2015, Kirk Skaugen, Vice-presidente Sénior e Director-geral do Intel Client Computing Group, encorajou o ecossistema de Taiwan a trabalhar em parceria no sentido de alcançar a oportunidade de desenhar o futuro da computação.

“O poder da Lei de Moore potenciou inovações incríveis na área da computação nos últimos 50 anos, pelo que, no futuro, existirá de uma forma global poder e capacidade de ligação”, disse Kirk Skaugen. “Os nossos 30 anos de história de colaboração com Taiwan deixaram marcas de inovação no Mundo que ficarão registadas para sempre, desde os computadores pessoais, passando pela cloud e pelos centros de dados. Nos próximos 30 anos iremos experienciar um nível de evolução superior, graças ao desenvolvimento de novas experiências de computação, dado que estamos trazer maior inteligência e conectividade à Internet das Coisas.”

Kirk Skaugen apresentou algumas previsões para o futuro da computação e deu a conhecer os produtos e as plataformas que nos irão conduzir até lá. Mostrou, ainda, de que forma estas inovações vão permitir a disseminação da informação em todo o lado.

Novidades da Internet das Coisas (IoT):

  • Intel anunciou a expansão da sua família de produtos Intel IoT Gateway. O mais recente projecto de referência oferece mais opções em termos de silício e software com a adição de gateways baseados no processador Intel Core e na Wind River* Intelligent Device Platform XT 3, com opções de embalagem mais flexíveis para aplicações que necessitam de um preço mais acessível.
  • A Intel expandiu ainda as opções no que diz respeito aos sistemas operativos para os projetos de referência do Intel IoT Gateway, com a disponibilização do Ubuntu Snappy Core da Canonical. Esta nova oferta vem juntar-se às opções que já existem e que recaem sobre os SO da Microsoft e da Wind River.Especificamente para soluções IoT orientadas para o retalho e saúde, a Intel anunciou os novos processadores Intel Pentium, Intel Celeron e Intel Atom. Com um desempenho gráfico fantástico e um baixo invólucro térmico, os processadores são personalizados para a IoT, com disponibilidade de sete anos.

Novidades em Experiências de Computação e Plataformas:

  • A Intel Unite foi apresentada como uma solução profissional e económica, desenhada para tornar os ambientes colaborativos mais simples e intuitivos, ao mesmo tempo que melhora os índices de produtividade nas reuniões. Com uma série seleccionada de mini PCs com processadores Intel Core vPro nas salas de reuniões e a aplicação Intel Unite, estas salas de conferência tornam-se cada vez mais avançadas, transformando-se em espaços totalmente conectados, mais inteligentes e com segurança reforçada.
  • Depois de sofrer a maior actualização desde a sua criação, o Thunderbolt 3 oferece agora uma porta que permite a ligação de dispositivos Thunderbolt, de qualquer monitor e de milhares de milhões de equipamentos USB. Pela primeira vez consegue-se, num único cabo, a capacidade de suportar quatro vezes mais largura de banda ao nível dos dados e duas vezes mais largura de banda em termos de vídeo, face aos restantes. Tudo isto, enquanto permite também o carregamento de dispositivos. São resultados sem igual, no que diz respeito à utilização com as novas tecnologias, como é o caso do vídeo em 4K, docas de um cabo com capacidade de carregamento, gráficos externos e redes integradas de 10 GbE. Os primeiros produtos deverão começar a ser distribuídos ainda antes do final do ano, com os restantes a entrarem no mercado apenas em 2016.
  • A 5ªa geração da família Intel Core inclui o primeiro processador de desktop com socket LGA, com gráficos Iris™ Pro integrados, o mais potente processador gráfico cliente e motor de media da Intel. O seu baixo design térmico de 65 watts (thermal design power -TDP) permite um desempenho de topo em PCs de diferentes formatos, incluindo os mais pequenos e finos mini PCs e os desktops all-in-one, garantindo uma performance gráfica 3D duas vezes melhor, um resultado 35% superior em termos de conversão de vídeo e 20% mais elevado no que diz respeito à computação, face às gerações de processadores anterior.
  • A Intel anunciou ainda a 5ª geração de processadores móveis Intel Core para equipamentos móveis e IoT com Intel Iris Pro Graphics. Optimizados para os jogadores e para os criadores de conteúdos, os mais rápidos processadores móveis da Intel têm gráficos Intel Iris Pro 6200 e garantem um desempenho de computação até duas vezes superior e uma performance gráfica 3D duas vezes melhor que a actual geração. Estes processadores são ideais para suportarem aplicações IoT médicas, de obras públicas e industriais, com a integração de funcionalidades críticas que promovem designs IoT mais potentes, entre outros aspectos, tais como o suporte para memória ECC e a tecnologia Intel vPro.
  • Destacando o progresso em direcção a um futuro de computação totalmente sem fios, a Intel anunciou estar a desenvolver trabalho em conjunto com a Targus* para disponibilizar soluções de carregamento deste tipo baseadas no standard Rezence. A Intel anunciou, também, recentemente, um acordo com a chinesa Haier* que prevê a disponibilização de soluções de carregamento sem fios em restaurantes, hotéis, cafés e aeroportos na China, ainda este ano. Além disso, vai trabalhar com os membros da A4WP, com a Foxconn Interconnect*, com a Basecom* e com os fabricantes dos designs originais BYD* e Primax*, para trazer soluções de carregamento sem fios para o mercado no final deste ano.

Novidades dos Centros de Dados:

  • A Intel anunciou a família de produtos Intel Xeon processor E3-1200 v4. Pela primeira vez a linha de processadores Xeon integrou gráficos Intel Iris Pro graphics P6300. Criados com base na tecnologia de processamento de 14nm e desenhados para volumes de trabalho de grande impacto visual baseados na cloud, como por exemplo transcodificação de vídeo em alta definição (HD) ou trabalho remoto em estações de trabalho, esta família de produtos oferece um desempenho até 1,4 vezes superior para a transcodificação de vídeo3 e até 1,8 vezes no que diz respeito à performance gráfica 3D, comparativamente à geração anterior.

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário