18139 0

Novo Worm chega ao Facebook

Os investigadores da Kasperksy lançaram um alerta acerca de um novo worm que está a ser distribuido através do Facebook. Os criadores do malware usam o Crossrider, uma framework legitima para programação usada para criar extensões para o Internet Explorer, Firefox e Google Chrome.

Enquanto monitorizavam a actividade da botnet, os investigadores descobriram que o instalador do malware ligava-se a um site malicioso e instalava ficheiros na pasta Program Files do Windows (ou Programas) sob o nome de “FACEBOOK LILY SYSTEM.”

O código para o Google Chrome foi o mais simples de analisar, já que continha apenas duas linhas de código. A primeira linha carrega funções Jquery e a segunda o payload do código malicioso.

Como outras ameaças que vimos no passado, este propaga-se através de mensagens de spam colocadas no mural dos utilizadores infectados. O malware kit responsavel por esta infecção está à venda em foruns “underground” por o preço de 1000 dólares.


Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Notícias Relacionadas

Check Point revela a identidade de um grupo iraniano de cibercriminosos que atuava em todo o mundo

A Check Point acaba de publicar um relatório de 38 páginas ao longo das quais faz uma análise pormenorizada à atividade cibercriminosa do grupo conhecido como ‘Rocket Kitten’, com

Cisco e IBM juntas contra o cibercrime

A Cisco e a IBM acabam de anunciar que estão a trabalhar em conjunto para enfrentar a crescente ameaça global do cibercrime. Nesta nova colaboração, a Cisco e

Sistema Kaspersky Para Terminais ATM e POS Acaba com Graves Falhas de Segurança

Vítimas de ataques cada vez mais sofisticados e com as pressões regulatórias a aumentar, as empresas financeiras encontram crescentes dificuldades no que toca a proteger as suas caixas

ESET junta-se à Microsoft e agências policiais para derrubar botnet Gamarue

Investigadores de segurança da ESET, em colaboração com a Microsoft e agências policiais – FBI, Interpol, Europol deitaram abaixo uma das maiores botnets existentes, conhecida por Gamarue, que

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *