17654 0

Novabase Capital investe na SmartGeo Solutions

A Novabase Capital investiu na sociedade SmartGeo Solutions, passando a deter 25% do capital social, operação realizada através do seu Fundo de Capital de Risco Novabase Capital Inovação e Internacionalização.

A SmartGeo Solutions pretende tornar-se uma referência especializada na implementação de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e no fornecimento de produtos e serviços que lhe estão associados. A empresa posiciona-se de forma activa em áreas de valor acrescentado, em que a componente analítica e o conhecimento específico são aspectos diferenciadores.

A SmartGeo Solutions integra uma equipa multidisciplinar de profissionais seniores nas áreas de gestão, engenharia, planeamento de território e matemáticas aplicadas, reunindo as competências necessárias à implementação de projectos complexos de Sistemas de Informação Geográfica.

Conta com uma base de I&D em Portugal e aposta numa sólida rede de parceiros. Para além de Portugal, empresa já endereça os mercados de Angola e Moçambique, estando para breve a entrada em novas geografias.

Sandra Loureiro, CEO da SmartGeo Solutions, referiu que “A relação com a Novabase é uma clara mais-valia para a SmartGeo Solutions, pelo acesso a uma rede de competências fundamentais à nossa empresa e pela parceria estratégica estabelecida entre ambas as entidades.”

Por seu lado, para María Gil, Administradora-delegada da Novabase Capital, “O investimento na SmartGeo Solutions vem reforçar a nossa aposta em empresas nacionais inovadoras, com tecnologia disruptiva e fortes perspectivas de crescimento a nível internacional.”

O Fundo de Capital de Risco Novabase Capital Inovação e Internacionalização tem uma dotação máxima de 11,36M€, sendo participado pelo FINOVA – Fundo de Apoio ao Financiamento à Inovação, através de uma participação do Programa COMPETE, no valor de 5M€, destinada às regiões Norte, Centro e Alentejo, e de outra do Programa POR Lisboa, no valor de 0,5M€, orientada para projectos Early Stage na Região de Lisboa. Ambos os Programas encontram-se integrados no QREN e são co-financiados pela União Europeia via FEDER.

A restante participação é assegurada pela Novabase Capital e corresponde a 5,1M€, para as regiões Norte, Centro e Alentejo, e 0,76M€, para a região de Lisboa.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Microsoft apoia lançamento do projeto CDI Apps for Good em Portugal

Estimular e capacitar jovens a perceberem e aplicarem o potencial da tecnologia para transformar o mundo e, em particular, as comunidades nas quais se inserem são os principais

CERTIEL organiza em Lisboa encontro internacional de segurança elétrica

A CERTIEL – Associação Certificadora de Instalações Eléctricas organiza nos próximos dias 30 e 31 de maio e 1 de junho, em Lisboa, e pela segunda vez em

Rumos realiza formação Certified Scrum Master

A Rumos vai realizar, em Lisboa, a formação Certified Scrum Master. Esta será a primeira ação CSM que a Rumos realiza em Lisboa, enquanto centro de formação Premium

Saphety conquista mercado Russo

Depois de um concurso global lançado pela ECR Russia – Organização Internacional que representa os maiores produtores de bens de consumo e representantes de cadeias de retalho –

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *