Nova Gama Prisma da Schneider Electric com altos desempenhos energéticos

28248
0
Share:

A Schneider Electric pretende divulgar a evolução da gama de invólucros Prisma. A solução inclui uma nova versão com 36 módulos verticais no Prisma G (1980 mm de altura), para projetos de quadros elétricos, principais ou de distribuição até 630 A. As celas Prisma P tornam os projetos de quadros gerais de baixa tensão mais eficientes, satisfazendo as necessidades das instalações elétricas até 4000 A.

Com este novo sistema, é possível melhorar o projeto do quadro elétrico para edifícios terciários ou industriais de baixa tensão e obter elevados desempenhos elétricos e mecânicos, testados de acordo com a norma IEC 60068-3-3, garantindo o seu bom funcionamento, mesmo em situações de terramoto ou em condições adversas de outra natureza.

 “A evolução desta gama está totalmente em linha a nossa política de sustentabilidade energética. Com estes sistemas, pretendemos apresentar uma solução simples e completa de quadros elétricos, com custos de instalação reduzidos e uma baixa pegada de carbono. A par desta preocupação, está bem a procura constante por desempenhos de excelência e com elevada durabilidade dos produtos e soluções”, referiu Pedro Neves, da Schneider Electric.

A gama Prisma da Schneider inclui agora o Prisma G, que se caracteriza por ser compatível com diferentes gerações de produtos Prisma, além de possuir novas extensões de invólucros que simplificam a combinação de dois invólucros com 600 mm de largura. Adicionalmente, a nova gama possui platinas com batentes para pré-posicionar as unidades funcionais. Por outro lado, no sistema Prisma P foram redesenhados os suportes de barramento para facilitar a ligação com barramentos Linergy Evolution (LGYE) – que por sua vez otimizam a instalação vertical. A linha possui ainda novas ligações pré-fabricadas Linergy Evolution (LGYE) para disjuntores Masterpact, pensados para uma consistência completa com os barramentos. Comum a toda a gama surge um novo punho que confere ao sistema um novo design.

 Já os quadros elétricos são configurados por função e por área, tornando a instalação mais sólida e facilitando, desta forma, o projeto, a instalação, a operação e as respetivas atualizações. Com a nova oferta Prima é agora mais fácil integrar equipamentos de comando, controlo e comunicação nos quadros elétricos de baixa tensão. Esta gama assegura uma maior qualidade e disponibilidade de energia, de segurança e desempenho, pretendendo ainda facilitar a integração inteligente da instalação elétrica, graças às soluções de ligação e distribuição Linergy.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário