Nova abordagem unificada de proteção de dados e de Instance Management

8712
0
Share:

A CESCE S e a Hitachi Data Systems apresentaram  uma nova abordagem integrada de “Data Instance Management”, capaz de transformar a forma como as organizações protegem e gerem a sua informação. No cerne desta estratégia está o novo Hitachi Data Instance Manager (HDIM) – uma plataforma inteligente, e baseada em políticas, que mapeia e otimiza as instancias específicas (ou cópias) de dados através de todo o ciclo de vida dos mesmos. Ao fazê-lo, permite que as empresas construam uma estratégia abrangente de proteção de dados, devidamente alinhada com aplicações específicas e com o seu negócio. O Hitachi Data Instance Manager é o principal marco depois da aquisição da Cofio pela Hitachi Data Systems em setembro de 2012. A nova plataforma de software ajuda a cumprir a visão HDS de criar um portfolio abrangente, que unifica as tecnologias de replicação, de backup, de arquivo e de storage na era atual do Big Data.

O Hitachi Data Instance Manager é o primeiro passo da visão de “Data Instance Management” da empresa e representa uma abordagem holística quanto à resolução dos desafios dos seus clientes nesta área. Com o HDIM, as organizações podem aplicar as tecnologias ótimas de proteção e recuperação de informação, o que tem como resultado tarefas mais eficientes de backup, versioning, replicação, arquivo, deduplicação e proteção contínua de dados (CDP). Durante este ano, a HDS e a CESCE irão continuar a cimentar esta visão através da apresentação de uma série de melhorias que irão assegurar novas capacidades integradas de proteção de dados em todo o portfolio da Hitachi Data Systems. Entre elas, incluir-se-ão novas capacidades de integração do Hitachi Data Instance Manager com o Hitachi Content Platform (HCP) para melhor arquivo, procura e recuperação, e análise de dados.

O desafio da gestão de cópias de dados

As empresas continuam a fazer cópias dos seus dados sem informações detalhadas sobre quem fez essas cópias, quais as ferramentas usadas, onde ficaram armazenadas, quanto tempo devem ficar guardadas ou como estão a ser usadas. A juntar a estes elementos, o fluxo de dados, a sua variedade, a virtualização e os standards de compliance e regulamentação necessários tornam-se numa verdadeira dor de cabeça. Estes desafios criam uma série de diferentes cenários para proteção e gestão de informação. Agora, com o HDIM, os gestores de TI já não precisam de se fiar em ferramentas legacy de disaster recovery, versioning, e de criação de arquivos, que não estão integradas e têm como resultado redundância e maior complexidade, maiores custos e exigência de recursos.

Hitachi Data Instance Manager redefine a proteção de dados

O Hitachi Data Instance Manager é uma solução unificada que minimiza a realização de cópias de dados desnecessárias, copiando a informação uma só vez em tempo real e tornando-a disponível para recuperação a partir de vários pontos no tempo. Como resultado, a plataforma centraliza múltiplas capacidades de proteção de dados com gestão de políticas e de workflows. Esta nova solução protege a informação e reduz, controla e gere todas as instâncias de dados para ficheiros, SQL e Exchange em ambientes Microsoft e Linux, assegurando uma proteção end-to-end para clientes de média dimensão e departamentos em empresas maiores.

No futuro será disponibilizado maior suporte e uma integração mais profunda com as soluções de replicação empresariais da Hitachi. O HDIM baseia-se no extenso portfolio de proteção de dados que tem como base a tecnologia da Hitachi Data Systems e dos seus parceiros.

“Há várias boas tecnologias de proteção de dados disponíveis nos dias de hoje, mas o que tem faltado é a capacidade de as mapear e adequar a casos de negócio específicos”, referiu

Sean Moser, vice-presidente, Software Platforms Product Management, Hitachi Data Systems. “As empresas precisam de uma visão holística de todas as cópias de dados para que a tecnologia correta possa ser aplicada em tempo útil – e é precisamente neste ponto que entra o Hitachi Data Instance Manager. Ao implementar uma solução que faculte uma gestão de dados centralizada, as organizações podem escolher e proteger de forma inteligente instâncias de dados específicas para reduzir as janelas de backup, responder aos níveis de serviço e restaurar a eficiência de dados numa série de ambientes cloud e virtuais. O HDIM garante poupanças significativas ao consolidar, reduzir, gerir e ao fazer o controlo mais eficientemente das cópias dos dados”.

“O problema da cópia de dados é inerente à própria existência de datacenters. Na verdade, e de acordo com números da IDC, quase 60% do espaço de armazenamento das empresas é gasto com este tipo de tarefas. Nos dias que correm, não basta adicionar discos e aumentar o espaço disponível para armazenar informação – é necessário criar uma verdadeira política que permita fazer o levantamento das necessidades da empresa e traçar uma estratégia de rápida resposta ao problema, através de ferramentas como o HDIM, que a CESCE SI disponibiliza ao mercado nacional a partir de agora”, explicou Pedro Vieira, Diretor de Desenvolvimento de Negócio da CESCE SI.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário