18624 0

NetPlus da Indra conquista a mais alta classificação de segurança atribuída pelo PCI SSC

A plataforma de pagamentos NetPlus da Indra obteve a mais alta classificação de segurança atribuída pelo PCI SSC (Payment Card Industry Security Standards Council) para os seus serviços de pagamento com cartão na “nuvem”. A certificação PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard) é exigida pelas principais marcas globais (Visa e MasterCard) e permitirá à Indra disponibilizar serviços na modalidade “pagamento por utilização” dentro da sua plataforma.

Esta norma permitirá aos clientes da multinacional de consultoria e tecnologia a externalização de processos de negócio para armazenamento ou processamento de cartões de crédito ou de débito com a garantia do mais elevado nível de segurança. Permite ainda a manutenção das licenças para processar cartões, evitando rigorosas auditorias de infraestruturas e sistemas de informação ou multas decorrentes da utilização fraudulenta dos cartões.

Este é o primeiro passo e um marco na estratégia da Indra para impulsionar o desenvolvimento dos seus serviços de pagamento, que já incorporam outros valores acrescidos e novos canais de entrada como o IVR (Interactive Voice Response), e para expandir as capacidades de processamento da plataforma para um âmbito internacional. O objetivo final é facultar aos seus clientes meios para desenvolver novos modelos de negócio, tais como o pagamento através de smartphones, num contexto global e a partir de uma plataforma comprovada e segura, sem a necessidade de grandes investimentos em sistemas, desenvolvimento ou gestão de equipamentos e pessoal.

O NetPlus é uma tecnologia da Indra com mais de vinte anos, que responde a todas as exigências de pagamentos com cartão processando anualmente mais de 200 milhões de operações num volume total de 14.000 milhões de euros. O sistema aceita todo o tipo de pagamento, através de uma ampla variedade de canais, integra a informação com os sistemas de origem, centraliza os pagamentos e gere toda a operacionalidade associada (integridade, segurança, conciliações contáveis e reversões). A plataforma disponibiliza soluções às necessidades de qualquer sector de atividade que implique pagamento e oferece ainda a integração de outras operações transacionais, como o carregamento e pré-pagamento de telemóveis, transferências de dinheiro ou programas de fidelização.

A versão NetPlus na “nuvem” faz parte do novo portefólio SaaS (Software as a Service) da multinacional de consultoria e tecnologia, que atualmente integra mais de 40 soluções “end to end” horizontais e verticais, que respondem a necessidades de negócio concretas.


Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Notícias Relacionadas

OKI Europe revela novidades de produto na Labelexpo Europe 2015

A OKI Europe Ltd anuncia o lançamento de um novo produto na Labelexpo Europe 2015, o maior evento do mundo do mercado de impressão de rótulos e etiquetas,

Alcatel-Lucent Enterprise simplifica automatização das redes com o OmniSwitch 6900-X72

A ALE apresenta o mais recente membro da família de switches Alcatel-Lucent OmniSwitch 6900. O novo Alcatel-Lucent OmniSwitch 6900-X72 é um switch de alta densidade de 10GbE/40GbE que

Parceria entre Schneider Electric e Microsoft volta a gerar resultados

A Schneider Electric anunciou outro milestone fruto da sua aliança com a Microsoft – a capacidade de desenvolver na cloud software personalizável de gestão de energia e sustentabilidade,

BNP Paribas implementa solução de Reportes Regulatórios da Quidgest

A Quidgest vai implementar, este mês, um software de reportes regulatórios no BNP Paribas, um Banco de origem francesa, resultante da fusão dos bancos BNP (Banque Nationale de

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *