NEC suporta a escalabilidade das Smart Cities com a primeira implementação real do novo standard oneM2M

9856
0
Share:

A NEC Corporation anunciou ser a primeira companhia a testar o novo standard global oneM2M na sua solução Cloud City Operation Center (CCOC) para permitir a interoperabilidade de dispositivos machine-to-machine numa implementação real de cidade inteligente.

Por todo o mundo existem cidades a implementar uma grande diversidade de sensores M2M para melhorarem a eficiência dos seus serviços de transporte, de iluminação, de distribuição de água e de recolha de resíduos e melhorar os níveis de segurança pública, minimizando a poluição e os desperdícios. A utilização que a NEC faz da especificação aberta oneM2M viabiliza a recolha, de uma forma consistente e segura, dos dados gerados pelos diversos sensores, para fins estatísticos e de faturação, bem como a utilização de modelos robustos de gestão de dados que sustentem, de forma informada, as decisões que é necessário tomar no dia-a-dia das cidades.

O Cloud City Operation Center (CCOC) da NEC baseia-se na plataforma open source e no IoT Broker Generic Enabler da FIWARE, criada pelo projeto Future Internet financiado pela EU. O stack oneM2M foi adicionado a este setup e ligado ao IoT Broker. Este recorre à plataforma de análise de Big Data da NEC para recolha e processamento massivo de dados M2M. O dashboard avançado do Operation Center permite que os KPIs (Key Performance Indicators) sejam cruzados e visualizados rapidamente para facultar um diagnóstico do estado da cidade em tempo real. Por exemplo, dados sobre o tráfego, o nível de monóxido de carbono, a temperatura e o vento, podem ser analisados em conjunto através da interface de utilização intuitiva para decidir acerca da necessidade de emissão de alertas automáticos sobre a qualidade do ar.

Com o oneM2M, é possível integrar os sensores usando protocolos locais de elevada eficiência, como o CoAP (Constrained Application Protocol) do IETF (Internet Engineering Task Force), ou o MQTT (Message Queue Telemetry Transport), que está neste momento a ser normalizado pela OASIS (Organization for the Advancement of Structured Information Standards). A NEC está ainda a desenvolver um novo layer de serviços de Open Linked Data para permitir que os sensores de dados M2M sejam facilmente ligados e acedidos por terceiros e usados em meios de comunicação social e mobile apps inovadoras para benefício dos cidadãos em todo o mundo.

Jose Luis Mate, Product and Solutions Senior Manager para a EMEA do Cloud Center of Competence da NEC Corporation, comentou: “O teste do nosso Cloud City Operation Center juntamente com o standard oneM2M já mostrou o valor que o novo standard internacional para comunicações M2M vem adicionar aos sistemas computacionais do mundo real. A flexibilidade do nosso produto ajudou-nos a integrar rapidamente o novo stack de protocolos. Conseguimos assim orquestrar um crescente número de sistemas do mundo real, de vários fornecedores, numa Smart City e ajudar a criar um mundo melhor e mais inteligente. Demonstra ainda o lema da NEC, ‘empowered by innovation’ que norteia o nosso desenvolvimento tecnológico”.

A solução para Smart Cities da NEC esteve em demonstração no evento de lançamento do oneM2M e no workshop ETSI M2M em Sophia Antipolis, França, que decorreu entre os passados dias 9 e 11 de dezembro. Vai estar também em destaque no Mobile World Congress em Barcelona, no Hall 3, no stand #3N10 entre 2 e 5 de março de 2015.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário