20079 0

NEC recebe prémio da ITU-AJ pelas suas realizações na construção de cabos submarinos de telecomunicações

A NEC anunciou que a sua equipa internacional de Cabos Submarinos foi distinguida com um Prémio de Desempenho por parte da União Internacional de Telecomunicações – Associação do Japão (ITU-AJ) pelo seu papel de liderança na construção de cabos de telecomunicações submarinos para ligar continentes e comunidades.

A ITU-AJ apresentou recentemente o prémio no seu 49º Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação como forma de reconhecimento do “contributo da NEC para a construção de uma infraestrutura social indispensável”. A ITU-AJ destacou ainda o facto de quase cem por cento das redes internacionais de telecomunicações abrangerem e operarem atualmente sobre cabos submarinos óticos.

“Quando a NEC deu os seus primeiros passos nesta indústria em 1968, eram poucas as pessoas no mundo inteiro que poderiam esperar fazer ou receber uma chamada telefónica transoceânica”, referiu Makoto Saitoh, Gestor Executivo de Projetos da Divisão de Redes Submarinas da NEC, que recebeu o prémio em nome da equipa. “Agora, uma grande parte da população mundial pode comunicar de forma fácil e acessível através de uma miríade de serviços de vídeo, voz e dados. Este prémio da ITU-AJ reconhece o sucesso da NEC enquanto pioneira na construção de cabos submarinos e o seu contributo para esse progresso – hoje, um terço dos sistemas mundiais de cabos de telecomunicações têm o nome da NEC. É uma grande honra receber este prestigiado prémio da ITU-AJ”.

A NEC está envolvida no negócio de sistemas de cabos submarinos há mais de 40 anos e é atualmente reconhecida como um dos principais fornecedores mundiais de cabos submarinos. A NEC é responsável pela construção de mais de 250 mil quilómetros de cabo – o equivalente a mais de seis viagens ao redor da Terra – incluindo a recente construção do cabo SEA-US (Sudeste Asiático – Estados Unidos), o primeiro cabo transpacífico de 100 Gbps.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

NOS lança solução de Contact Center em modelo as a Service

A NOS Comunicações assume um novo segmento de negócio empresarial e passa a comercializar plataformas de Contact Center integradas. A nova oferta designada “Contact Center aaS” surge na

Apple terá de pagar 440 milhões de dólares à VirnetX

Em 2013, a Apple foi considerada culpada de infringir as patentes da empresa VirnetX e teve de pagar uma quantia de 368 milhões de dólares. Quatro anos depois

Siemens reforça portefólio de soluções para condução autónoma

A Siemens está em vias de adquirir a TASS International. Baseada em Helmond, na Holanda, a TASS International desenvolveu uma família completa de soluções que fortalecerão ainda mais

HTC duplica faturação no mês de Setembro

A HTC apresentou uma receita consolidada em setembro de 2017 de 215 milhões de dólares. Na prática este valor representa mais do dobro da receita obtida em agosto

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *