NEC e Dacom colaboram em solução agrícola de precisão para maximizar produção e reduzir custos

8184
0
Share:

A NEC Corporation e a Dacom, anunciaram os resultados do ensaio de uma «solução agrícola de precisão» na Roménia, que utiliza sensores ambientais e software analítico «big data» para maximizar a produção com custos reduzidos. Através da medição precisa das condições agroclimáticas em cada campo e da resposta às suas variações, esta solução ajuda a minimizar os fertilizantes, os pesticidas, a água e o combustível utilizado, bem como consequentemente os custos, maximizando em simultâneo a produção agrícola. Neste momento, as empresas estão a trabalhar para introduzir no mercado este sistema de apoio à decisão na gestão de culturas (DSS) concentrando-se inicialmente nos mercados da Europa, do Médio Oriente e de África (EMEA).

A solução fornece orientações precisas aos agricultores sobre as plantações, os fertilizantes, a irrigação, a proteção das culturas e a colheita das mesmas, através de uma aplicação fácil de utilizar que usa dados obtidos a partir de estações meteorológicas e de sensores instalados no solo dos campos, conjugados com previsões meteorológicas locais e com conjuntos agregados plurianuais de dados agronómicos regionais. Os sensores gravam de forma automática, 24 horas por dia e sete dias por semana, os níveis de humidade e a temperatura do solo. A velocidade e a direção do vento, a temperatura e os níveis de humidade atmosférica, de precipitação e de luz solar, são igualmente recolhidos em toda a exploração agrícola. Estes são complementados por relatórios e por inspeções visuais, realizados pelo agricultor, para avaliar o crescimento das culturas e a presença de parasitas e doenças.

Os dados em tempo real dos sensores e das estações meteorológicas são reunidos de forma automática através da rede móvel e comparados com modelos regionais para o crescimento e a absorção de fertilizantes, pesticidas e água, com o objetivo de aconselhar sobre os períodos de pulverização e os níveis de dosagem ideais, que refletem necessidades muito localizadas. Isto evita o desperdício que ocorre quando os produtos químicos são aplicados demasiado tarde ou cedo nos ciclos de vida das culturas ou das larvas, ou quando os mesmos são levados por ventos fortes ou pela chuva.

Os ensaios foram realizados em Brazov, uma das principais regiões da Roménia para o cultivo de batata. As investigações sugerem que os agricultores podem reduzir as despesas nos produtos químicos em até 40% por hectare, quando comparadas com as explorações agrícolas de referência, que não utilizam a solução DSS. Há uma margem adicional para melhoria se os agricultores seguirem exatamente as orientações em vez de optarem pela sobredosagem, por precaução. Prevê-se que a solução melhore também a qualidade dos produtos agrícolas, como por exemplo os níveis de proteína no milho ou a forma regular da batata.

Vários terabytes de dados sobre a produção agrícola necessitam de ser analisados e modelados de forma contínua durante bastantes anos para maximizar o sucesso das soluções de agricultura de precisão. Na próxima fase do projeto, a NEC aproveitará as suas capacidades na área analítica de «big data» para acelerar o complexo processo de avaliar os diversos conjuntos de dados da Dacom à procura de padrões ocultos. A NEC está também a investigar oportunidades de criar novos serviços de dados sobre a produção agrícola para ajudar a apoiar a banca nas decisões relativas aos investimentos na agricultura e a permitir aos mercados alimentares terem no futuro dados mais exatos sobre a produção agrícola.

Naoki Iizuka, Presidente e CEO da NEC Europe Ltd, comentou, «A procura crescente de produtos alimentares e da produção agrícola destinada aos biocombustíveis está a ultrapassar a disponibilidade de terra arável e a produção agrícola, a nível global. Esta nova solução da NEC e da Dacom na área da agricultura de precisão, permitirá aos agricultores fazerem ajustes precisos nos seus processos de produção durante a época de crescimento e utilizarem, de forma sólida e responsável do ponto de vista económico, os fatores de produção agrícola tais como os fertilizantes e a água para produzir mais alimentos com menos recursos.»

Janneke Hadders, CEO da Dacom comentou, “A Dacom tem vindo a ajudar agricultores em todo o mundo a aumentarem a sua produção e os seus lucros através da utilização de fontes de dados avançadas e de serviços online desde os anos oitenta. Estamos muito satisfeitos por sermos parceiros da NEC na investigação de como uma nova geração de soluções emergentes na área da análise de dados, pode reduzir ainda mais a utilização dos fatores de produção agrícola para assegurar a sustentabilidade e a rentabilidade da produção alimentar a longo prazo.»

O Dr. Sorin Claudian Chiru, Diretor Geral do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento para a Batata e a Beterraba Sacarina de Brasov, na Roménia, que gere uma das unidades-piloto de produção agrícola, comentou, «Estes ensaios mais recentes estão a ajudar a criar a confiança na eficácia das técnicas de produção da agricultura de precisão. Por tradição, os agricultores aplicam uma dosagem elevada ou um número elevado de pulverizações repetidas de produtos químicos, porque não querem arriscar quaisquer doenças ou danos nas culturas, das quais dependem para ganhar a vida. Este ensaio demonstra que uma abordagem à agricultura com base em provas, que tem em consideração, de forma muito localizada, as condições meteorológicas, os dados sobre o solo e os conhecimentos de todo o sector agrícola, é um método comprovado para ajudar os agricultores a aumentarem a eficiência das suas operações e para tomarem decisões mais exatas, maximizando em simultâneo a produção agrícola e as margens de lucro.»

Prevê-se que a população mundial aumente em aproximadamente 2 mil milhões de pessoas até 2050, atingindo um total de 9 a 10 mil milhões – um aumento de acerca de 30%. Muitas pessoas terão a oportunidade de melhorar a sua alimentação e a procura alimentar global aumentará de forma muito mais célere – em 70%, de acordo com a Organização das Nações Unidas pela Agricultura e a Alimentação (FAO). Por isso, é essencial assegurar uma utilização inovadora das soluções de TI aplicadas à agricultura para apoiar o crescimento e o desenvolvimento económico sustentável.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário