NEC altera a sua assinatura de marca corporativa

10120
0
Share:

Com o objetivo de transmitir aos seus clientes e parceiros uma mensagem alinhada com a sua estratégia de fornecimento de Soluções para a Sociedade, a NEC deu a conhecer uma nova mensagem de negócio – “Orchestrating a brighter world” (“Orquestrando um mundo melhor”) – em junho do ano passado*1.

A NEC estende agora esta mudança também à sua assinatura de marca, para ampliar o alcance de todo o conceito que está por detrás da mensagem “Orchestrating a brighter world“, reforçando-a pela sua utilização também como assinatura de marca corporativa, e não somente como mensagem de negócio.

Em 2001, a anterior assinatura de marca – “Empowered by Innovation” – surgiu com o objetivo de traduzir o compromisso de melhorar e modernizar a vida das pessoas e da sociedade através da contínua inovação em todas as áreas de negócio, sustentada pela paixão pela inovação e pelo espírito de colaboração focado no cliente, que sempre foram apanágio da NEC.

Mantendo-se fiel a estes princípios e incorporando ao mesmo tempo o seu forte desejo de colaborar de forma próxima com clientes e parceiros de todo o mundo, para criar novo valor e proporcionar às pessoas uma experiência de vida melhor e mais rica, agora e no futuro, a NEC passará a partir de agora a utilizar a nova assinatura de marca corporativa: “Orchestrating a brighter world“.

Da mesma forma, a “Orchestrating Curve,” concebida com base no movimento da batuta de um maestro para simbolizar o papel de liderança da NEC enquanto Inovador de Valor Social, será também usado nos websites, meios publicitários, catálogos, cartões-de-visita e outras ferramentas de comunicação. A “Orchestrating Curve” expressa o desejo de colaboração próxima da NEC Corporation com os seus clientes, parceiros e outros membros da sociedade para, em conjunto, desenvolverem e realizarem um “mundo melhor”, mais flexível e sustentável.

A NEC vai reforçar as suas iniciativas e propostas aos clientes com base nos seus sete temas para criação de valor social, em linha com os desafios que as economias e as sociedades hoje em dia enfrentam um pouco por todo o mundo (mega tendências), como anunciado em novembro do ano passado*2, pugnando pela construção de um mundo melhor.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário