18721 0

Mulheres são mais activas do que os homens nas aquisições online

As mulheres são mais activas do que os homens nas aquisições online e o preço é um dos factores críticos de sucesso mais valorizado pelos consumidores, no processo de selecção de bens e serviços neste canal, relativamente aos locais tradicionais de compra. Estas são algumas das principais conclusões do estudo “Digital Shopper Relevancy”, desenvolvido pela Capgemini, que procura definir perfis de consumidores digitais e respectivos comportamentos.

“Estamos a assistir a uma alteração dos hábitos dos consumidores que já não são fiéis, apenas, a um canal digital, mas procuram a melhor experiência proporcionada pela combinação de vários elementos. Embora esperem uma experiência integrada, o estudo da Capgemini revela que as marcas não estão a conseguir responder a essa necessidade. É uma informação importante a reter pelas empresas a actuar neste universo, a que se associa o facto da estratégia de abordagem ao mercado não poder ser a mesma para todos os públicos e produtos. A segmentação é crucial”, explica Vanessa Loureiro, Manager da Capgemini Portugal.

O estudo conclui, ainda, que tem vindo a aumentar a utilização dos canais digitais para a aquisição de bens entre a população mais sénior. Esta faixa etária despende mais tempo a consultar blogs e redes sociais na procura de informações e recomendações sobre produtos e serviços. Por outro lado, os países com maior número de “shopaholics” (pessoas viciadas em compras online) são o Brasil, a Índia, a China, o México e a Turquia.

O consumidor digital pode ser segmentado em vários perfis, de acordo com variáveis demográficas, geopolíticas e geoeconómicas, e a respectiva relação com a tecnologia. O “Digital Shopper Relevancy” identifica seis perfis: Conservadores (raramente compram online e têm a taxa de utilização mais baixa de aplicações móveis), Ocasionais (recorrem à compra online de forma pouco frequente), Negociantes (muito sensíveis ao preço, compram online sobretudo para conseguir ofertas mais baratas), Racionais (optam principalmente por produtos de moda e electrónica), Digitais (utilizadores activos de smartphones e dispositivos disponíveis no interior das lojas) e Sócio-Digitais (compram menos online em todas as categorias de produtos, excepto na electrónica).

Os comportamentos e atitudes dos consumidores digitais permitem estruturar o processo de compra em várias etapas: na primeira fase, awareness, toma-se consciência da existência do produto ou do serviço; segue-se o conhecimento e a selecção do mesmo; a terceira etapa consiste na transacção, seguida da entrega. O processo termina com o serviço pós-venda.

Os hábitos de consumo têm sofrido diversas alterações nos últimos anos. À medida que surgem novos canais de oferta e aquisição, os consumidores tornam-se mais exigentes. A Internet, com as suas múltiplas ofertas, é um dos canais privilegiados para a aquisição de bens e serviços, tendo vindo a integrar, progressivamente, as várias fases do processo de compra. O estudo Digital Shopper Relevancy revela que não existe um estereótipo de comprador digital, mas sim vários. Uma conclusão que permite às empresas adaptar o canal e a abordagem feita aos consumidores de uma forma diferenciada em função das necessidades específicas e perfil do público-alvo.


Bruno Fonseca

Bruno Fonseca

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Notícias Relacionadas

Toshiba ganha Ouro nos “Best in Biz Awards 2014 International”

A Toshiba viu distinguida a sua multifunções e-STUDIO306LP/RD30 com o prémio Ouro na categoria de “Produto mais Inovador do ano 2014” nos Best in Biz Awards 2014 International. Mais

Sistemas de Recursos Humanos da Quidgest respondem a novas alterações legislativas em tempo recorde

Os Sistemas de Recursos Humanos da Quidgest conseguiram responder, em tempo recorde, às novas alterações legislativas relativas ao processamento dos vencimentos dos funcionários da Administração Pública, para o

Adopção da LTE e dos smartphones impulsiona aumento do tráfego de vídeo

A nova edição do Ericsson Mobility Report revela que o tráfego de dados móveis vai continuar a crescer significativamente nos próximos anos, uma tendência motivada, principalmente, pelo vídeo.

Garmin revela resultados do quarto trimestre e resultados fiscais de 2015

A Garmin anunciou os seus resultados operacionais referentes ao quarto trimestre de 2015, que terminou a 26 de dezembro de 2015, e os resultados fiscais de 2015. A

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *