Michael Page avalia Confiança dos Candidatos Portugueses

11176
0
Share:

A Michael Page analisou o nível de confiança dos candidatos portugueses, concluindo que 39% está confiante de que a situação do mercado de trabalho nacional irá melhorar.

39% é o Índice médio registado em Portugal durante o segundo trimestre de 2016, no que concerne o índice de confiança no mercado de trabalho. Média ligeiramente abaixo dos 40% registados no primeiro trimestre do ano. A confiança dos portugueses encontra-se um pouco abaixo da média europeia que, no segundo trimestre, se encontra nos 49%. Tal como a média portuguesa, a média europeia também baixou 1% do primeiro para o segundo trimestre de 2016.

Os portugueses abaixo dos 30 anos são os mais confiantes, com um nível de confiança de 50%, a faixa etária entre os 30 e os 49 anos é consideravelmente mais moderada, registando um nível de confiança de 37%. Como seria de esperar, é a faixa etária acima dos 49 anos que se mostra mais reticente e menos confiante, ficando nos 34%.
Portugueses com menos de 30 anos são os mais confiantes

Os profissionais na faixa etária abaixo dos 30 anos demonstram grande confiança nas suas competências e na evolução do mercado:

  • 80% acredita que irá desenvolver as suas competências profissionais;
  • 65% está confiante que desempenhará um leque mais vasto de funções no futuro;
  • 57% espera conseguir um aumento salarial no futuro e 63% espera uma promoção;
  • 46% espera atingir um nível mais positivo de work-life balance nos próximos meses.

Segundo Carlos Andrade, Senior Manager da Michael Page Porto, “O Índice de Confiança realizado pela Michael Page reflete a instabilidade que ainda se vive no mercado português e na europa, mas revela também que, nalgumas variáveis e faixas etárias, os portugueses estão confiantes na melhoria do mercado de trabalho nacional e perspetivas de melhores condições”.

Apenas 29% dos profissionais que participaram no Índice de Confiança da Michael Page com idade inferior a 30 anos, 21% dos profissionais entre os 30 e os 49 anos, e 10% daquelos com idade superior a 49 anos acredita que o mercado português se encontra estabilizado.

No entanto, uma percentagem muito mais significativa acredita que, caso assim o pretenda, poderá encontrar uma nova oportunidade profissional em menos de 3 meses. 62% dos profissionais com menos de 30 anos, 41% daqueles que se encontram entre os 30 e os 49 anos e 42% dos profissionais com mais de 49 anos está convicto que consegue um novo emprego em menos de 3 meses.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário